Vídeo: PMs são homenageados na ALERJ por ato de heroísmo no resgate de vítimas durante enchente em Miracema

Sem hesitar, os sargentos Sentinela e Scramignon, Cabo Navas e Soldado Brazola, juntamente com alguns moradores, prontamente socorreram pessoas que tiveram suas casas invadias pela água

Muito mais que seguir o lema “Servir e Proteger”, policiais militares lotados no 36º BPM protagonizaram um verdadeiro ato de solidariedade e de amor ao próximo durante a cheia que atingiu o município de Miracema, no Noroeste Fluminense, em fevereiro. Uma forte chuva atingiu o distrito de Paraíso do Tobias (reveja AQUI) entre a noite do dia 08 de fevereiro e madrugada do dia 09. Os militares se deslocaram para o local e precisaram até deixar a viatura e seguir a pé, pois a água subia rapidamente.

Toda água que caiu na zona rural seguiu pelo Ribeirão Santo Antônio e se juntou a forte chuva que atingiu o perímetro urbano, provocando o transbordamento do ribeiro, que inundou grande parte de Miracema. Foram registrados 122.4 milímetros de chuva em menos 12 horas (veja todas as informações e vídeo sobre aquela chuva AQUI).

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Sem hesitar, os sargentos Sentinela e Scramignon, Cabo Navas e o Soldado Brazola prontamente socorreram moradores que tiveram suas casas invadias pela água, ajudaram a retirar uma idosa acamada – que foi transportada em um colchão inflável – e uma criança, carregada no colo por um dos policiais. O ato heroico repercutiu nas redes sociais e, através do Deputado Estadual Charlles Batista, os PMs foram homenageados com Moção de Aplausos na Assembleia Legislativa do Estado do Rio. Para o sargento Scramignon, ter esse reconhecimento é muito importante para quem trabalha na segurança pública, pois os fortalece psicologicamente e como cidadão.

“É uma satisfação imensa poder sair do serviço com a sensação de dever cumprido. É difícil descrever o que a gente sente, você poder dormir com a tranquilidade de ter certeza de ter feito tudo naquele dia, que foi o pior desastre que assolou o município de Miracema. Poder ter feito tudo para dar certo, é até difícil de descrever. Muito além do juramento que nós fazemos quando entramos na Polícia Militar, de servir e proteger a população do nosso estado, nós como seres humanos também temos a certeza de que nós somos obrigados a poder salvar aqueles que se encontram em situação de dificuldade, seja lá no que for. Então, ativa uma chave, que não tem explicação, que é a chave da vida, que a gente não mede consequências, esforços, para estar ali, para ajudar uma família, uma pessoa, uma criança, um idoso, até mesmo animais domésticos” – relatou o sargento Scramignon ao SF Notícias.

VEJA MAIS

VEJA MAIS