Notas de R$ 200 completam um ano; na região, foi mais fácil ver o próprio lobo-guará; relembre os registros

Mesmo com um ano de circulação no país, muita gente ainda nem viu a cor do “lobo-guará”. Foi mais fácil ver o próprio animal em circulação na região, com registros entre Campos e São Fidélis, São Francisco e Campos, Miracema e Pádua, em Cambuci e Aperibé

Imagens: Reprodução/ REUTERS/Adriano Machado

Foto: Banco Central

A circulação das notas de R$ 200 completou um ano nesta quinta-feira (02/09) com cerca de 80 milhões de cédulas em circulação no país. Em valor, são R$ 16 bilhões, de acordo com dados do Banco Central (BC). Ao lançar a nota no passado, o BC informou que seriam produzidas 450 milhões de cédulas. Ou seja, desse total produzido, 17,8% estão em circulação. As demais cédulas produzidas estão armazenadas no BC. Em relação às outras cédulas de real, as de R$ 200 representam 1,03% do total de notas em circulação (7,75 bilhões).

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Fotos: Defesa Civil Miracema

A maioria das notas nas mãos dos brasileiros é de R$ 50, com mais de 2,1 bilhões de cédulas. As de R$ 100 são mais de 1,8 bilhão e em terceiro lugar estão as de R$ 2, com 1,5 bilhão. Mesmo com um ano de circulação no país, muita gente ainda nem viu a cor do “lobo-guará”. Foi mais fácil ver o próprio animal em circulação na região. Um dia após o lançamento da nota, um animal da espécie foi encontrado morto às margens da RJ-116, próximo à divisa entre Santo Antônio de Pádua e Miracema, no Noroeste Fluminense. De acordo com a Defesa Civil de Miracema, o animal apresentava sinais de atropelamento. Leia AQUI.

Um mês após o lançamento da nota, em outubro de 2020, um lobo-guará foi flagrado por moradores que trafegavam por uma estrada que liga os distritos de Funil e Vieira Braga, em Cambuci, no Noroeste Fluminense. O vídeo, publicado na página Cambuci Notícias no Facebook, mostra o animal, espécie ameaçada de extinção, em um pasto às margens da estrada. O lobo não se assustou com a presença dos admiradores e chegou a fazer uma pausa e olhar para a câmera (reveja AQUI).

continua após o vídeo

Fotos: Divulgação/ Defesa Civil

Em novembro, um filhote macho de lobo-guará que foi resgatado ferido em Miracema foi devolvido à natureza. Ele havia sido resgatado pela equipe da Defesa Civil do município em uma fazenda na localidade de Ventania. O lobo ficou ferido ao ser atacado por cachorros. Relembre AQUI. Já em março desse ano uma fêmea da espécie foi resgatada em uma ação conjunta promovida pelas Secretarias de Meio Ambiente de Aperibé, Itaocara e Santo Antônio de Pádua, Guarda Ambiental de Santo Antônio de Pádua e Secretaria de Transporte de Itaocara, com ajuda do médico veterinário André Bernardo. O animal, homenageado na nota de R$ 200, foi encontrado ferido na zona rural de Aperibé. Veja AQUI.

Já em maio deste ano duas cenas tristes foram registradas. O animal homenageado na nota de R$ 200,00, foi encontrado morto às margens da RJ-224, que liga Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana (veja AQUI). Ainda em maio, outro lobo-guará foi encontrado morto, com sinais de atropelamento. Segundo Alessandro Gomes, leitor que enviou as imagens ao SF Notícias, o lobo-guará estava às margens da RJ-158, entre Campos e São Fidélis, no Norte Fluminense, próximo à localidade de Santa Cruz (reveja AQUI).

VEJA MAIS

VEJA MAIS