Como os jogos de carta podem ajudar na nossa carreira profissional

As regras desses jogos costumam exigir paciência, raciocínio, foco e até mesmo poder de decisão, características essenciais para quem busca sucesso no mercado de trabalho
Imagens: pixabay.com

Quem nunca perdeu algumas boas tardes jogando buraco, truco, pôquer ou outro jogo de carta? Apesar de todos eles parecerem apenas algo divertido, a verdade é que esses jogos podem ajudar bastante no desenvolvimento profissional. As regras costumam exigir paciência, raciocínio, foco e até mesmo poder de decisão, características essenciais para quem busca sucesso no mercado de trabalho. O Rio de Janeiro conta com um dos mercados mais concorridos do Brasil, seja na capital ou então na região metropolitana. No ano passado, por exemplo, a Rede Fluminense recebeu cerca de 4 mil currículos para preencher 140 vagas em Santo Antônio de Pádua. Uma concorrência bastante grande e que exige um preparo cada vez melhor por parte de quem busca um emprego. Dessa forma, desenvolver as habilidades por meio de ferramentas como, entre outros, os mencionados jogos de cartas pode ser um diferencial importante. Quando aliadas a outras competências, como falar um idioma estrangeiro, essas habilidades podem ser cruciais no momento de concorrer por uma vaga ou até mesmo de desempenhar o trabalho de forma satisfatória dentro da empresa com a qual você colabora.

Entre as principais características mais buscadas no mercado de trabalho estão: o trabalho em equipe, a flexibilidade, a desenvoltura para resolver problemas e o pensamento criativo. Todas essas qualidades são encontradas também em quem costuma ser bom em jogos de carta. Afinal, é preciso ser criativo, por exemplo, para vencer uma disputa de buraco. O aspecto social também é importante, pois a maioria desses jogos costuma exigir um rival ou até mesmo uma equipe. Um exemplo é o truco paulista, que só pode ser disputado com quatro pessoas na mesa. São formadas duplas, que disputam entre si partidas de três rodadas. A comunicação entre os jogadores é essencial para vencer. No jogo também é importante decorar o valor das cartas, já que ele é disputado com 40 cartas do baralho.

Regras e aprendizados
Selecionamos alguns jogos, além do truco, para explicar suas regras e, ao mesmo tempo, os benefícios profissionais que eles podem trazer. Vamos começar com o pôquer, modalidade que já foi reconhecida como esporte da mente. As regras são simples, com os participantes, que concorrem entre si, recebendo um determinado número de cartas e apostando valores simbólicos. O vencedor é quem possui a mão mais valiosa, ou aquele que afasta os adversários com apostas maiores. Assim, o pôquer é um dos jogos que mais agrega conhecimentos para se usar na vida pessoal e profissional. Um bom jogador sabe ter paciência, capacidade para resolver problemas e, o mais importante, é muito criativo na hora do blefe ou da aposta. Nós já discutimos sobre a importância de controlarmos os nossos pensamentos e a nossa mente, e o pôquer pode ensinar isso melhor do que qualquer outra atividade.

O buraco é outro jogo que tem um forte apelo mental. Também conhecido por canastra, ele se utiliza de dois baralhos e sua regra principal é que o jogador faça o maior número de pontos com as 11 cartas que tem na mão. É preciso muita paciência, flexibilidade e memória para conseguir utilizar as cartas com sabedoria e ser um bom jogador. Já o blackjack, ou 21, segue a mesma linha, sendo até mais eficiente para a memória. Conforme comentam sites de jogos, como o da Betway Cassino , o blackjack online é um jogo de comparação, em que o jogador deve vencer o crupiê ao somar 21 pontos ou o mais próximo disso – sem, no entanto, ultrapassar esse valor. Isso faz com que a modalidade seja uma boa maneira de treinar aspectos como concentração e calma para saber como proceder em momentos decisivos do jogo. Além disso, o blackjack possui diferentes variações e estilos, como o clássico e o europeu, o que dá a possibilidade de os jogadores treinarem distintas habilidades, já que cada variante é única e tem características originais. Por último, podemos falar também do jogo paciência, cujo nome já diz muito. Esse é um dos jogos mais populares para computador e é também excelente em termos de desenvolvimento de características como planejamento e estratégia. Além disso, para vencer esse jogo são igualmente necessárias uma grande capacidade de observação e, é claro, uma boa dose de paciência.

Desenvolvendo habilidades
Todos esses jogos que citamos são, na verdade, uma oportunidade de desenvolver ou aumentar habilidades importantes para a vida profissional. A parte mais importante é desenvolvê-las bem, não apenas durante o jogo, mas também fora dele, e assim se transformar em um profissional mais completo e competitivo. Com o mercado abrindo oportunidades em diferentes áreas, como ocorreu em Macaé no final do ano passado, nada melhor do que ter um diferencial no currículo. Jogos de baralho são um costume entre os brasileiros, principalmente no Rio de Janeiro. Só que eles não servem apenas para diversão, como mostramos em todos os exemplos. As cartas podem ajudar bastante no nosso lado mental, algo que pode ser ampliado com mais experiência no mercado de trabalho. Então, da próxima vez que surgir a oportunidade de um jogo de cartas, não recuse o convite e aproveite para aprender e evoluir um pouco mais.

VEJA MAIS

VEJA MAIS