Uso de máscara volta a ser obrigatório em escolas e unidades de saúde em Aperibé, Bom Jardim e Cambuci

Em Bom Jardim e Cambuci o uso também volta a ser obrigatório em estabelecimentos comerciais. Macaé também retornou com o uso de máscaras e suspendeu visitas em unidades de saúde, assim como cirurgias eletivas, para assegurar leitos de enfermaria e CTI para atender novos possíveis casos de Covid

Em decorrência do aumento de casos de Covid-19 em cidades da nossa região, algumas prefeituras estão retornando com a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, como repartições públicas, unidades de saúde e escolas. Uma dessas cidades é Cambuci. Em decreto publicado no último dia 09, o prefeito Maxwell Vieiga Guimarães determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras nas dependências de todas as unidades administrativas do Município e Instituições de Ensino, sejam elas municipais, estaduais ou particulares, e nas dependências de unidades de saúde e no Hospital Moacyr Gomes de Azevedo. Ainda de acordo com o decreto, fica obrigatório o uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel 70% em todos os estabelecimentos comerciais no âmbito do município de Cambuci.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Outro município que retornou a obrigatoriedade do uso de máscaras foi Bom Jardim. Em decreto publicado também no dia 09, o município tornou obrigatório o uso de máscaras em ambientes fechados, incluindo espaços públicos ou privados de uso coletivo, equipamentos de transporte coletivo, instituições de ensino, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços, assim como em unidades hospitalares e de saúde (clínicas médicas, consultórios, farmácias, entre outros) públicas ou privadas, mas o decreto torna facultativo o uso de máscaras em locais abertos, seja público ou privado.

Macaé também retornou com a obrigatoriedade do uso de máscaras em instituições de ensino (público e privada), unidades de Saúde, repartições públicas, asilos e instituições de longa permanência. Além do retorno da obrigatoriedade do uso de máscara nesses ambientes, a Saúde definiu também a suspensão de visitas presenciais no Hospital Público de Macaé e demais unidades de emergência e urgência, além da suspensão das cirurgias eletivas, medida necessária para assegurar leitos de enfermaria e CTI para atender novos possíveis casos de pacientes da COVID-19.

Outra cidade da nossa região que retornou com a obrigatoriedade do uso de máscara foi Aperibé. Segundo o decreto, “fica considerado obrigatório o uso de máscaras nas dependências de todas as Unidades Administrativas do Município, incluídas Escolas Públicas Municipais, Unidades de Saúde e no Hospital Municipal Augustinho Gesuald Blanc”. Também fica considerado obrigatório o uso de máscaras nas dependências de todas as escolas particulares. O decreto também determina a obrigatoriedade de aferição de temperatura e disponibilidade e uso de álcool em gel 70% nos estabelecimentos citados. A disponibilidade e o uso de álcool em gel 70% também são obrigatórios em todos os estabelecimentos comerciais do município, determina o decreto.

VEJA MAIS

VEJA MAIS