São João da Barra proíbe festas de Natal, Réveillon e verão em bares e salões de festas

Segundo a Prefeitura, fogos de artifício em espaços públicos também não serão permitidos
Fotos: Divulgação/ Prefeitura de São João da Barra

Em um novo decreto publicado nesta quarta-feira (23/12) no Diário Oficial, a Prefeitura de São João da Barra, no Norte Fluminense, determinou a proibição de festas de Natal, Réveillon e verão em salões, casas de festas, bares, clubes, hotéis, pousadas e restaurantes, com ou sem venda de ingressos, para impedir a aglomeração de pessoas. Segundo o novo decreto, shows artísticos e eventos esportivos em espaços públicos também estão proibidos. Fogos de artifício em espaços públicos também não serão permitidos. O decreto prorroga ainda, até o dia 17 de janeiro, as medidas de prevenção e combate à Covid-19, incluindo uso de máscaras, distanciamento social e atuação das barreiras sanitárias para reduzir a circulação de pessoas no município. De acordo com a Prefeitura, as mudanças têm como base o aumento da mortalidade por Covid-19 e o aumento diário do número de casos, além da taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI e ainda o aumento nos atendimentos nas unidades de emergência e triagem do município.

A preocupação das autoridades de saúde pública é com o aumento populacional com a chegada da alta temporada. “Segue vetada a entrada de ônibus e vans de excursões e continuam fechados ao público o Palácio Cultural Carlos Martins, Casa de Câmara e Cadeia, Cine Teatro São João, Estação das Artes Derly Machado e, com o novo decreto, o Balneário de Atafona. Feiras de verão para a comercialização de vestuário, calçados e afins também estão proibidas” – informou a Prefeitura. O decreto recomenda ainda que as confraternizações familiares de Natal e Ano Novo fiquem restritas ao ambiente do grupo familiar de convivência próxima e que sejam adotados protocolos de segurança que incluem uso de máscaras, álcool 70% e distanciamento mínimo de 1,5 metro.

Continua proibido frequentar clubes para a utilização de piscinas e saunas, e para frequentar praias, rio e lagoas é obrigatório o uso de máscaras. Hóspedes com reservas nas pousadas do município deverão apresentar, nos polos das barreiras sanitárias, voucher impresso de confirmação da reserva. Confira todas as medidas do novo decreto AQUI. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado, o município contabiliza 1.919 casos confirmados, sendo 1.344 recuperados e 58 mortes.

VEJA MAIS

VEJA MAIS