São Fidélis confirma mais duas mortes de pacientes diagnosticados com Covid e tem aumento de internações

São Fidélis e municípios da região estão classificados como risco alto, de acordo com o Mapa de Risco da Covid-19

Mais dois moradores de São Fidélis morreram diagnosticados com coronavírus. Uma das vítimas é um senhor de 75 anos que era morador do distrito de Colônia. Segundo a publicação da prefeitura, ele estava internado e chegou a receber alta no dia 15, mas no dia 17 voltou a ser internado, e neste sábado ele não resistiu. A segunda morte foi confirmada na manhã desta segunda-feira (29/03). A vítima também é um homem e estava internado na UTI (idade ainda não divulgada).

Ao longo do final de semana o município registrou um aumento em internações. Segundo o boletim divulgado neste domingo, 21 pessoas estavam internadas no Centro de Combate ao Coronavírus, instalado nas dependências do Hospital Armando Vidal. Desde o início da pandemia São Fidélis já confirmou 2.651 casos de Covid-19, sendo que 72 fidelenses perderam a vida na luta contra a doença.

A nossa região e o estado do Rio vivem o pior momento desde o início da pandemia com municípios classificados como risco muito alto e risco alto, de acordo com o Mapa de Risco da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na última sexta-feira. Hospitais das regiões Norte, Noroeste e Serrana, área de cobertura do SF Notícias, estão registrando aumento da procura em atendimento de moradores com sintomas de Covid-19. Todos os municípios do Norte e Noroeste estão em risco alto, em bandeira vermelha. As regiões Centro Sul, Litorânea e Metropolitana I estão classificadas com risco muito alto, em bandeira roxa. Já os municípios da Região Serrana apresentam risco moderado, e pelo mapa do estado, estão em bandeira laranja.

A ocupação de leitos de UTI em alguns hospitais chegou a 100%. Em outros, estão acima de 80% de ocupação. Segundo o Ministério Público, no dia 16 de março o sistema de saúde do Noroeste Fluminense chegou ao colapso, atingindo 100% de ocupação de leitos oferecidos pelo SUS, já havendo lista de pessoas aguardando leitos para internação, e ocorrendo até a presente data, três óbitos de pacientes que não resistiram à espera. Já no dia 19, a Central de Regulação Noroeste Fluminense registrou 11 (onze) pessoas na lista de espera por Leitos de UTI COVID-19. Veja as informações AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS