Professora é agredida por mãe de aluno em Pádua; Conselho de Educação publica nota de repúdio

A professora leciona há mais de 10 anos na Rede Municipal de Ensino de Pádua. O Conselho Municipal de Educação Pádua pede que medidas cabíveis sejam tomadas pelos órgãos competentes

Uma professora que leciona há mais de 10 anos na Rede Municipal de Ensino de Santo Antônio de Pádua, foi agredida pela mãe de um aluno, dentro de sua sala de aula, nas dependências da Escola Municipal Deputado Armindo Marcílio Doutel de Andrade. O caso aconteceu no dia 07 e foi divulgado pelo Conselho Municipal de Educação de Pádua, que publicou uma nota de repúdio nesta segunda (11). Segundo a nota, a professora é reconhecida por seus colegas de trabalho, por sua dedicação e comprometimento junto aos seus alunos, além de profissional exemplar que não tem medido esforços em desempenhar seu trabalho, mesmo perante os desafios que a carreira lhe oferece.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

“A professora sofreu duramente a violência física e moral. Acontecimentos como este juntam-se a tantos repetidamente noticiados e a tantos outros repetidamente omitidos e silenciados. De fato, a violência contra o professor (a) material e simbólica, é um dos mais vergonhosos e lamentáveis estigmas da sociedade brasileira. Mais do que reconhecê-la oficialmente, é preciso enfrentá-la vigorosamente; por um lado, manifestando-se e repudiando toda e qualquer ocorrência de violência contra o professor(a), por outro lado, tomando as providências práticas necessárias e cabíveis para que a agressora seja responsabilizada” – diz trecho da nota.

O Conselho Municipal de Educação manifestou sua solidariedade à professora, protestando contra a violência arbitrária a que foi submetida, como também se manifestando solidário a todos os professores da Rede Municipal de Educação de Santo Antônio de Pádua “que além da agressão física e, em determinados momentos verbal, sofrem também por um total desprezo em suas questões salariais, perdendo direitos conquistados”. “Aos professores e professoras da Rede Municipal de Santo Antônio de Pádua e todos que se sentiram ofendidos, toda a nossa solidariedade e indignação. Estaremos sempre juntos na luta por uma Educação Pública de qualidade, livre, laica e desprovida de preconceito e todos os tipos de violência. O Conselho Municipal de Educação de Santo Antônio de Pádua, reitera seu repúdio e exige que medidas cabíveis sejam tomadas pelos órgãos competentes, a fim de resguardar a segurança e bem-estar de todos os profissionais em educação que exercem com afinco seu trabalho” – finaliza o Conselho em nota.

VEJA MAIS

VEJA MAIS