segunda-feira , 21 setembro 2020

Professora de 37 anos é a 35ª vítima fatal da Covid-19 em São Fidélis A educação está novamente de luto no município. Mirella Pinho estava internada desde o dia 11 de agosto, e passou a maior parte da internação na UTI

A educação está novamente de luto no município. Mirella Pinho estava internada desde o dia 11 de agosto, e passou a maior parte da internação na UTI

Fotos: Reprodução/ redes sociais

A comunidade educacional está de luto em São Fidélis, no Norte Fluminense. Faleceu na noite desta terça-feira (01/09), a professora Mirella da Silva Pinho, de 37 anos, diagnosticada com o novo coronavírus. Moradora do Centro, ela estava internada em estado grave no Centro de Combate ao Coronavírus, no Hospital Armando Vidal, desde o dia 11 de agosto, e de acordo com a Prefeitura, passou a maior parte da internação entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Mirella é a 35ª vítima fatal da doença no município, sendo uma das mais jovens e a 2ª professora fidelense diagnosticada com a doença a falecer. (continua após a publicidade)

Nas redes sociais, amigos, colegas de profissão e familiares lamentaram a morte precoce da docente, que era muito querida no município. “Uma grande mulher, uma pessoa maravilhosa, assim era nossa querida professora que entretanto nos deixou. Até sempre e que descanse em paz. Conosco deixa muitos ensinamentos, grandes e lindas lições de vida. Mas também eterna saudade. Para sempre será recordada com carinho” – publicou a diretora do Colégio Estadual Montense – onde Mirella lecionava – Polyana Sardenberg. Em maio, o município perdeu a professora Sônia Regina Sóta Quintan, que também era muito querida.

Mais do SFn