Muito querida em Santa Maria Madalena, Stella Santos Verbicário morre aos 100 anos

‘Dona Stella’ foi uma das professoras mais dedicadas e capacitadas no exercício do magistério em Madalena. Ela também atuou como auxiliar de seu marido, o Dr. Manoel Verbicário, que por mais de 45 anos foi o mais importante profissional da medicina no município
Fotos: Reprodução/ Nestor Lopes

O município de Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio, está de luto devido à morte de Stella Santos Verbicário, ocorrida na manhã desta terça-feira (25/08). Stella, que completou 100 anos de idade no dia 12 de julho, era muito querida pela população madalenense. Ela nasceu no município em 1920 e aos 12 anos de idade, saiu de Madalena para estudar em Niterói. Em 1941, retornou à cidade natal aos 21 anos, e em abril casou-se com o médico humanitário Manoel Verbicário, que faleceu em 1988, outra grande personalidade do município. O casal teve dois filhos e cinco netos. A ‘Dona Stella’ lecionou Geografia, sendo uma das professoras mais dedicadas e capacitadas do município. (continua após a publicidade)

A madalenense também prestou relevantes serviços aos moradores de Madalena, atuando como auxiliar ao lado do marido, que por mais de 45 anos foi o mais importante profissional da medicina no município. Em 2013 ela recebeu um Diploma de Honra ao Mérito no CIEP Professor Graciano Cariello Filho, em reconhecimento aos “relevantes serviços prestados, como professora e cidadã das mais queridas e honradas, que muito contribuiu para a boa formação pessoal e profissional de gerações de madalenenses”. Em maio de 2015, em Sessão Solene na Câmara Municipal, a Dona Stella recebeu o Título de Cidadã Benemérita do município de Santa Maria Madalena, de autoria da vereadora Erineti Cardoso Lopes.

Informações: Nestor Lopes

VEJA MAIS

VEJA MAIS