Inea e Defesa Civil fazem vistoria na Cachoeira do Oriente; três pessoas morreram afogadas no local

Placas para sinalizar aos turistas que o local apresenta perigo iminente aos banhistas devem ser instaladas naquela região. Será solicitada ainda uma vistoria técnica do Inea

Equipes do Inea, Defesa Civil, além da Secretaria de Segurança Pública fizeram uma vistoria em conjunto na Cachoeira do Oriente, em São Fidélis, no Norte Fluminense. Nos últimos cinco dias – na terça de Carnaval e neste domingo (06) – três pessoas morreram ao se afogarem na região da cachoeira. No caminho para a vistoria, as equipes encontraram os mergulhadores do Corpo de Bombeiros, que encontraram o corpo. Eles informaram que tiveram uma grande dificuldade para encontrar e também para retirar o corpo. Segundo os bombeiros, há um buraco entre as pedras, e as pessoas tem caído nesse vão e depois não conseguem voltar.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

“Inicialmente de forma emergencial já solicitei ao INEA placas para sinalizar aos turistas que o local é de altíssimo risco e apresenta perigo iminente aos banhistas. Além disso, conforme orientação dos mergulhadores do bombeiro, Sargento Dimisson e Sargento Felipe, é extremamente necessário que seja colocado uma grade ou uma gaiola no vão que foi criado entre as pedras, pois é nesse local que está acontecendo as tragédias. Para isso, solicitarei uma vistoria técnica do Inea nesse local específico” – disse o gestor da Subsede do Desengano e representante do Inea em São Fidélis, José Guilherme.

continua após as imagens

O Secretário de Segurança Pública, Ricardo Barcellos, também esteve presente no local com sua equipe e ficou impressionado com o perigo e risco. “Nossa orientação é para que as pessoas evitem esse local atualmente. O ambiente é extremamente perigoso, enquanto não for resolvido o buraco que existe entre essas pedras, as pessoas que hoje vierem aqui estarão correndo um altíssimo risco de vida. Então, hoje nosso alerta é para que as pessoas não tomem banho nesse local específico” – alertou o secretário.

Três casos de afogamento no local nos últimos dias
Na manhã desta segunda (07), mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram o corpo da jovem Lídia de Freitas, de 26 anos, vítima de afogamento na Cachoeira do Oriente. Ela era moradora de Campos. Segundo o Corpo de Bombeiros, populares que acionaram a corporação neste domingo (06) relataram que a jovem teria mergulhado e não retornou à superfície. As buscas foram iniciadas ontem e realizadas até por volta das 20h, sendo interrompidas por falta de visibilidade, e sendo retomadas na manhã de hoje.

Essa é a terceira vítima de afogamento na região da Cachoeira do Oriente em cinco dias. Na última terça-feira de carnaval (01/03), um jovem morador de São Paulo morreu vítima de afogamento no mesmo local. Um morador de Campos, que tentou salvar o jovem, também morreu. Reveja a matéria com as informações no link AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS