“Foi um ato de amor ao próximo”, disse irmã do Alex, que morreu ao tentar salvar jovem de afogamento em S.Fidélis

"Ele não pensou duas vezes em botar a vida dele em risco para tentar salvar meu filho", disse a mãe do jovem Davisson. Alex era casado e deixou um filho, que completou 3 anos nesta quinta (03). Há relatos de que ele já teria salvado duas pessoas de afogamento

Prestativo e solidário. É assim que a família descreve Alex Gabriel Freitas, de 37 anos. Morador do Parque Rio Branco, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Alex (foto da esquerda na capa) já tinha ido algumas vezes à região do Rio do Colégio, em São Fidélis. Na última terça-feira (1º), ele não mediu esforços para tentar salvar a vida do jovem Davisson de Oliveira Amancio Junior, de 21 anos. Ao ver o desespero de Michelle Duarte, mãe do jovem, Alex amarrou uma corda ao corpo e entrou na água, na região da Cachoeira do Oriente, mas também acabou se afogando.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Alex estava no local com um casal de amigos, e um deles tentou impedir que o campista se arriscasse. “O Laerte contou que tentou impedir que ele fosse, porém meu irmão Alex, não mediu esforços, sempre foi assim para ajudar qualquer pessoa” – conta a irmã Manuela Freitas. Segundo ela, Alex costumava dizer que “cada ato bom era um ponto que ganhava para Deus”. Ele deixa esposa e um filho, que completou 03 anos nesta quinta (03).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o Destacamento de São Fidélis foi acionado às 17h53 para atender a ocorrência de afogamento com duas vítimas. O corpo de Alex foi retirado da água ainda na terça. Na quarta, um amigo e familiares de Alex estiveram na cachoeira para buscar o carro dele, que ficou no local. A corda que ele usou para tentar salvar o jovem também estava no local.

“Ele deu a vida dele por um desconhecido. Ninguém conseguiu impedir ele, a própria família disse que não adiantava ninguém impedir ele porque ele era assim. Ele não pensou duas vezes em botar a vida dele em risco para tentar salvar meu filho” – disse a mãe do jovem Davisson. O corpo do rapaz, que morava em Taubaté, em São Paulo, foi localizado na quarta. O sepultamento ocorrerá na cidade paulista.

O vídeo abaixo mostra as buscas feitas pelo Corpo de Bombeiros.

VEJA MAIS

VEJA MAIS