Idosa e funcionária são sequestradas; fidelense permanece desaparecida

As duas foram rendidas por bandidos armados no último dia 25. A idosa foi encontrada ferida no dia seguinte às margens da estrada; já Rayane Silveira dos Santos, de 32 anos, foi colocada no porta-malas do veículo e segue desaparecida

Familiares, amigos e conhecidos estão em buscas de informações que possam levar ao paradeiro de Rayane Silveira dos Santos, de 32 anos, que está desaparecida desde a manhã da última sexta-feira de Natal, dia 25. Rayane estava em um carro, modelo Palio Weekend de cor prata e placa “KPE 9675”, juntamente com sua patroa, a idosa Antônia Maria Pontes Nogueira, de 77 anos. As duas saíram de Macaé e seguiam para Quissamã. De acordo com informações apuradas pelo SF Notícias, as duas foram rendidas por criminosos armados na estrada entre Macaé e Carapebus. Eles teriam colocado Rayane no porta-malas e a idosa foi levada dentro do carro junto com os bandidos. A idosa foi encontrada na manhã do dia seguinte às margens de uma estrada na zona rural de Conceição de Macabu. Ela teria sido agredida e foi levada para o hospital de Macaé. Após abandonarem a idosa, os bandidos seguiram com o veículo, e Rayane permaneceu no porta-malas.

Rayane é natural de São Fidélis e está morando há cerca de 15 anos em Macaé, onde trabalha na casa da idosa. O caso foi registrado na delegacia de Macaé. Ao SF Notícias, o advogado da família da idosa, Dr. Leandro Neves, informou que no dia do sequestro Rayane enviou um áudio por um aplicativo de mensagens dizendo que estava no porta-malas do veículo. Depois disso, não houve mais contato. Ainda segundo o advogado, a idosa está recebendo os cuidados necessários à sua saúde, juntamente dos seus familiares. “Informações iniciais dão conta que a vítima teria sido levada para o município vizinho de Quissamã ou Conceição de Macabu, mas não descarto estar também em Macaé. Se você tiver qualquer informação que possa levar a localização de Rayane Santos, entre em contato, ainda que anonimamente, com a 123ª Delegacia de Polícia Civil de Macaé, através do telefone, (22) 2791-4019”, diz a publicação feita pelo advogado. Além de levarem o veículo e manterem Rayane como refém, os bandidos também levaram joias e dinheiro.

VEJA MAIS

VEJA MAIS