Foto: SF Notícias

Governo prorroga Auxílio Emergencial de R$ 600 por mais dois meses Cerca de 64,1 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor

Cerca de 64,1 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor

Foto: Reprodução

Foi anunciada nesta terça-feira (30/06), em uma cerimônia no Palácio do Planalto, com a participação do presidente Jair Bolsonaro, os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ministros, parlamentares e convidados, a prorrogação do Auxílio Emergencial. Inicialmente, o benefício foi criado para ter três parcelas, mas foi prorrogado por mais dois meses. Mais de 60 milhões de trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, além dos beneficiários do Bolsa Família, tiveram direito ao auxílio. (continua após a publicidade)

Até a última semana, o Governo Federal avaliava estender o auxílio por mais três meses, mas reduzindo o valor de cada parcela de forma decrescente, para R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente. A Lei 13.982/2020, que instituiu o Auxílio Emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e previa a possibilidade de que um decreto presidencial prorrogasse os pagamentos, desde que mantidos os valores estabelecidos. No último sábado (27) a Caixa começou a creditar a 3ª parcela do benefício, além de lotes da 2ª e 1ª parcela, para nascidos em janeiro e fevereiro. Nesta terça (30) o valor está sendo creditado para nascidos em março e abril. Reveja AQUI.

Mais do SFn