Família aceita desafio de escola e faz ‘arraiá em casa’ para animar o isolamento social, em S. Maria Madalena

Festa foi improvisada e garantiu a alegria dos filhos de Willian. Para ele, o mais divertido foi brincar com os filhos, além de incentivá-los a participar de todas as atividades promovidas pela escola
Fotos: Arquivo pessoal

A realização de uma das festas mais populares no Brasil, o arraiá ou festa junina, também foi afetada pela pandemia do novo coronavírus. Assim como outros eventos, os tradicionais arraiás, realizados em diversas cidades da região, inclusive por escolas, que reuniam dezenas de pessoas, também precisaram ser cancelados. Mas, com criatividade e aquele jeitinho brasileiro, muita gente se adaptou e não deixou de “pular a fogueira”. Em Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio, o CIEP Graciano Cariello Filho fez uma proposta para as famílias dos alunos: realizar um arraiá em casa. O Willian Reigoto e a esposa logo toparam participar, e claro, os filhos – duas meninas, de 8 e 10 anos, e um menino de 2 – amaram a ideia. “Ficamos por mais de 1 hora dançando. Como recebemos o convite da escola pela plataforma de estudos, não tivemos muito tempo para preparar as coisas. Fizemos algumas coisas bem rápidas como pipoca, alguns docinhos que já tínhamos. Pegamos algumas coisas de decoração e improvisamos” – conta. (continua após o vídeo)

Segundo Willian, o mais divertido foi brincar com os filhos de maneira saudável, além de sempre incentivá-los a participar de todas as atividades promovidas pela escola. São justamente momentos de descontração e diversão que auxiliam os pequenos a lidarem como tudo que o mundo está vivendo. Willian destaca que sempre busca ocupar os filhos com atividades variadas. “Atividades físicas, trabalhos artísticos, jogos, culinária, etc. Neste domingo mesmo levei-os para tomar um café da manhã diferente. Não podemos deixar que o desânimo tome conta de nós. Procuramos sempre estar participando de todas as atividades propostas pela escola para também estar contribuindo para a educação e o futuro dos nossos filhos” – ressalta.

VEJA MAIS

VEJA MAIS