De jogos e apostas Stranger things domina todos os setores

Tudo na série é fortemente influenciado pela estética e elementos oitentistas. Inclusive os tais eventos sobrenaturais. A inspiração para os monstros que aparecem na trama veio diretamente do jogo Dungeons & Dragons

Stranger Things é série de maior sucesso produzida totalmente pela Netflix. E, se você não está voltando de um coma de 6 anos, certamente já ouviu falar nela.

A história é ambientada na década de 80, em uma cidade fictícia dos EUA. Seu enredo trata, simplificadamente, de um grupo de jovens lidando com eventos sobrenaturais.

Tudo na série é fortemente influenciado pela estética e elementos oitentistas. Inclusive os tais eventos sobrenaturais. A inspiração para os monstros que aparecem na trama veio diretamente do jogo Dungeons & Dragons.

D&D, na verdade, foi criado em 1974 e é popular até hoje. Mas como fazia muito sucesso nos anos 80, acabou se tornando um dos pilares da série.

Quer conhecer os monstros de D&D utilizados em Stranger Things? E, como bônus, descobrir mais jogos para se divertir online? Então vem comigo!

Os 4 monstros do D&D citados em Stranger Things

D&D é um RPG de livro. Isso significa que um jogador no papel de Mestre vai criar aventuras fictícias a partir das regras descritas nos livros.

Os outros jogadores, por sua vez, vão montar personagens que viverão estas aventuras. Também baseados nas regras dos livros, é claro.

Apesar do game envolver muita imaginação, existe uma infinidade de conteúdos nos livros para servir como base. Há, inclusive, várias edições do Livro dos Monstros, que é praticamente um “catálogo de inimigos” pro Mestre utilizar na história.

É precisamente de lá que saíram 4 nomes de monstros citados na série: Demogorgon, Thessalhydra, Mind Flayer e Vecna.

Demogorgon

O Demogorgon é um demônio bastante forte que representa um duro desafio aos jogadores. Sua aparência é muito diferente do monstro da série. Originalmente, ele possui duas cabeças e tentáculos.

Suas habilidades estão, majoritariamente, relacionadas a valências físicas. Dependendo da edição de D&D, ele é capaz de:

– fazer ataques devastadores,

– resistir a certos tipos de dano;

– regenerar vida;

– e até viajar entre planos.

Para que um grupo de jogadores derrote um Demogorgon, seus personagens precisam ser fortes e experientes.

Thessalhydra

A Thessalhydra é um monstro extremamente forte e difícil de derrotar. Como o nome sugere, é similar à famosa hidra da mitologia grega, também possuindo nove cabeças.

Ela é imune a diversos tipos de danos e efeitos negativos. Além disso, ataca com todas as suas cabeças, com a cauda e ainda cospe ácido.

 

No D&D, este monstro é realmente poderoso, muito mais que o Demogorgon. Pode ser necessário jogar durante anos até que os personagens se tornem fortes o suficiente para enfrentar uma Thessalhydra.

Mind Flayer

Dos monstros citados na série, o Mind Flayer é o menos perigoso no jogo. Isso não quer dizer que ele seja fraco, porém. Uma de suas habilidades, por exemplo, pode matar personagens instantaneamente se eles forem pegos.

O Mind Flayer é um humanoide com a cabeça que lembra um polvo. Tem até alguns tentáculos em torno da boca. Se a cabeça de um personagem for agarrada por esses tentáculos, o monstro pode ativar sua habilidade letal.

Caso contrário, um grupo de experiência mediana não deve enfrentar grandes dificuldades para derrotar um Mind Flayer.

Vecna

Vecna é um monstro absurdamente poderoso, muito mais que os três anteriores somados. Inclusive, ele é considerado uma deidade e faz parte do panteão de Dungeons & Dragons.

A maior parte dos grupos jamais chega a alcançar um nível alto o suficiente para enfrentar Vecna. Sua história conta que ele foi um mago humano extremamente habilidoso e transformou a si mesmo em um lich.

Os lichs, aliás, são espécies de mortos-vivos com poderes incríveis que tentam desafiar a morte através da magia. Em certo momento, Vecna foi destruído, restando apenas a mão e olho esquerdos de seu corpo humano.

O personagem foi eleito um dos melhores vilões de D&D.

Que outros jogos posso curtir online?

Games que estão em alta e ganhando cada vez mais fãs no Brasil são os jogos de cassino. Depois que os cassinos online passaram a ser previstos nas leis do país, os brasileiros puderam jogar sem preocupações.

O Cassino Rivalo, por exemplo, é uma ótima opção. Ele é 100% confiável, muito qualificado e oferece diversos jogos. E se jogar já é bom pela parte da diversão, fica melhor ainda quando pode render dinheiro.

No Cassino, aliás, você pode receber até R$ 1.000 como bônus de boas-vindas para começar a jogar. Somente por cadastrar-se na Rivalo Não é incrível?

Então cadastre-se no Cassino Rivalo, aproveite seu bônus e boa sorte!

VEJA MAIS

VEJA MAIS