Covid-19: 82,6% dos moradores de São Fidélis diagnosticados com a doença já estão recuperados

Até o momento, o município tem 25 casos ativos de coronavírus, o que equivale a um caso infectado a cada 1.546 pessoas
Fotos: SF Notícias/ Reprodução/ Secom Campos

Apesar de ter um histórico de um caso confirmado a cada 192,4 moradores, o maior entre municípios do Norte e Noroeste Fluminense, São Fidélis registra a maior taxa de casos recuperados. Até o momento, dos 201 casos já registrados no município – sendo 10 mortes de moradores diagnosticados com a doença – 82,58% são considerados curados, 166 ao todo. Até o último boletim divulgado neste domingo (31/05) o município tinha 25 pessoas ainda infectadas, o que totaliza um caso ativo a cada 1.546 fidelenses, considerando a população estimada de 38.669, em 2019, segundo o IBGE. Há ainda seis casos suspeitos, sendo três mortes, em investigação. Entre casos ativos e suspeitos, 25 estão em isolamento domiciliar e cinco em isolamento hospitalar. Somente no mês de maio, 168 casos, sendo sete mortes de pacientes com Covid-19, foram registrados no município. (continua após a publicidade)

De acordo com o último boletim de mapeamento dos casos, todos confirmados nos bairros São José (03), Jonas de Almeida e Silva (03), Montese (02) e Barreiro (01) já estão recuperados. Ainda há casos confirmados ativos de moradores do Parque Tinola, Igualdade, Ipuca, Barão de Macaúbas, São Vicente, Cristo Rei e Gamboa. Já na zona rural, Colônia segue como o distrito com maior registro de casos, 13, sendo duas mortes, mas 11 já recuperados. Em seguida está Pureza, com seis casos confirmados, sendo cinco recuperados. Já em Cambiasca (05), Angelim (01), Santa Rita do Brejinho (03), Rio do Colégio (02), Barro Branco (02) e Santa Catarina (02) todos os moradores que testaram positivo para o coronavírus já estão recuperados. O alto número de pessoas recuperadas levou a prefeitura a publicar um novo decreto autorizando a reabertura de parte do comércio a partir desta segunda-feira (01/06) pelos próximos 15 dias. (Reveja AQUI)

VEJA MAIS

VEJA MAIS