Foto: página Visite Friburgo

Cores do inverno: Cerejeiras florescem em Nova Friburgo e paisagem encanta A árvore cerejeira é símbolo do Japão. Suas flores simbolizam a renovação, a esperança e também estão associadas à efemeridade da vida

A árvore cerejeira é símbolo do Japão. Suas flores simbolizam a renovação, a esperança e também estão associadas à efemeridade da vida

Foto: página Festa da Cerejeira

A natureza tem proporcionado um verdadeiro espetáculo de cores em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, nesses primeiros dias de inverno. As árvores que são símbolo no Japão, começaram a florescer pelo município, encantando a todos. As cerejeiras em flor são encontradas em alguns bairros e também emoldurando às margens da RJ-116, na altura de Debossan. No Japão, os apreciadores de flores de cerejeiras se reúnem em grupos e passam horas observando as belas paisagens. A prática é chamada de Hanami, que significa visualização das flores de sakurá. Quanto ao simbolismo, a flor da cerejeira é ligada a efemeridade da vida, devido ao fato de as flores durarem pouco tempo nos galhos das árvores, lembrando que a vida é passageira. (continua após a publicidade)

Foto: página Visite Friburgo

As fotos da matéria foram tiradas entre o último sábado (20) e esta segunda-feira (22). Em Friburgo também é realizada uma festa para apreciação das flores, organizada pela Colônia Japonesa da cidade, realizada no Sítio Florlandia da Serra, propriedade da família Matsuoka. Mas, esse ano a tradicional Festa da Cerejeira não ocorrerá, em função da pandemia de coronavírus. Em uma publicação na página da festa em uma rede social, os organizadores solicitam o respeito ao distanciamento social e pedem que não visitem o sítio Matsuoka. “Os proprietários são idosos e se deslocam pelo sítio sem máscara ou outra proteção, uma vez que trabalham isoladamente. Assim, visitas os deixam muito vulneráveis” – diz trecho da publicação.

Mais do SFn