segunda-feira , 26 outubro 2020
Imagem: Evangelista Drone

Com registro de 10 novos casos de Covid-19, São Fidélis ultrapassa 500 casos confirmados Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o município tem 51 casos ativos no momento; 14 pacientes estão internados no Centro de Combate ao Coronavírus

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o município tem 51 casos ativos no momento; 14 pacientes estão internados no Centro de Combate ao Coronavírus

Foto: Evangelista Drone/ SF Notícias

Com a confirmação de 10 novos casos de coronavírus, São Fidélis, no Norte Fluminense, ultrapassou nesta quinta-feira (16/07), 500 casos confirmados de Covid-19. Segundo boletim epidemiológico publicado pela Secretaria Municipal de Saúde, são ao todo 505 casos, sendo que 18 fidelenses diagnosticados com a doença faleceram e 436 já estão recuperados. Seguem sob investigação quatro casos suspeitos, que aguardam resultados do Lacen-RJ. Entre casos suspeitos e 51 casos ativos, 14 pessoas estão internadas no Centro de Combate ao Coronavírus e 41 em isolamento domiciliar. Outros 82 casos foram descartados. Ainda segundo o boletim, foram realizados 2.331 testes, sendo 2.191 testes rápidos e 132 amostras enviadas ao laboratório estadual. (continua após a publicidade)

Segundo o último boletim de mapeamento dos casos, divulgado na terça (o boletim não foi publicado na quarta e não havia sido publicado até o fechamento desta matéria), Vila dos Coroados, Parque Tinola, Igualdade, Centro, Barão de Macaúbas, Penha, Montese, Cristo Rei, além da Ipuca, ainda contabilizavam casos ativos. Nos demais bairros – São José, Jonas de Almeida e Silva, São Vicente, Barreiro, Gamboa e Morro da Cocheira – os moradores diagnosticados com a Covid-19 já se recuperaram. Na zona rural havia casos ativos de moradores de Colônia, Angelim, Rio do Colégio, Barro Branco, Pureza, Valão dos Milagres e Graminha. Nas demais localidades, Cambiasca, Santa Rita do Brejinho, Santa Catarina, Barra de Dois Rios, Fazenda da Pedra, Vale do Paraíba e Boa Hora, os moradores que foram diagnosticados com a doença já se recuperaram.

Mais do SFn