Brito: morador de São Fidélis que jogou em grandes times e já treinou milhares de crianças em escolinhas de futebol

Além de atuar profissionalmente em grandes times brasileiros, o fidelense que começou a jogar no Tabajara, é muito conhecido por sua atuação em escolinhas de futebol

Fotos: Arquivo pessoal

Em sua época de ouro, o futebol de São Fidélis, no Norte Fluminense, revelou grandes jogadores, como o Wilson dos Santos Brito, hoje com 70 anos, mais conhecido como Brito. Além de atuar profissionalmente em grandes times brasileiros, o fidelense que começou a jogar no Tabajara, aos 15 anos, nos anos 60, é muito conhecido por sua atuação em escolinhas de futebol. Brito conta que, após um jogo em São Fidélis, um diretor do América do Rio o convidou para um teste no time. Brito passou e vestiu a camisa do clube, pelo qual disputou um campeonato carioca e venceu o time juvenil do Flamengo. “Um diretor do Flamengo me contratou me levou para o Flamengo e eu permaneci no Flamengo” – conta. Do rubro-negro, Brito foi para o Náutico de Recife, Atlético Paranaense, Ceará, Chapecoense e outras equipes.

Mas, uma lesão no joelho tirou o fidelense profissionalmente dos campos. “Não quis operar, porque eu tinha medo. Na época operação era meio preocupante. Foi aonde eu vim para São Fidélis e comecei a trabalhar na Prefeitura treinando escolinha de futebol” – recorda o fidelense, que fez um Curso Internacional de Futebol e curso de Informações Técnicas e Científicas de Futebol, no Rio, aprimorando seu talento como treinador, e escolher retornar para a Cidade Poema. “Tive a intenção de querer prestigiar o futebol de São Fidélis, porque era um futebol muito forte. Vi muitos grandes jogadores. Vim para São Fidélis para colocar uma 3ª divisão, mas eu não consegui, porque a prefeitura tinha que dar apoio” – relata.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

No campo, Brito jogou com grandes nomes como Vanderlei Luxemburgo, Tarcísio, Nelinho, Vandineli, Cantareli, Zico, Jaime, Rui Rei, entre outros. Amizades que mantém até hoje. Já ao longo dos mais de 30 anos trabalhando com escolinha de futebol, o fidelense já treinou milhares de crianças e jovens. “Futebol para mim é tudo. Não só para criança, pra adulto. Futebol é uma cultura. Tem que fazer o esporte com educação, com muita disciplina. Porque o desenvolvimento da criança no esporte é a cabeça, os trabalhos, fundamentos, as boas conversas, as boas maneiras, respeitar os mais velhos, respeitar os professores. Então, através do futebol você cobra tudo que você quer, não só da criança, do adulto, o respeito. Futebol não é pra brigar, enfrentar o adversário. É pra dar os parabéns. Esse negócio de torcedor brigar com outro não existe isso no futebol” – frisou.

Sobre o futebol em São Fidélis, Brito, que atualmente trabalha com uma escolinha de um clube particular na cidade, reforça que a cidade tem muitos craques. “Precisa incentivar as crianças a frequentar as escolinhas, aí surgirão vários craques. Colocar as pessoas certas, que sabem trabalhar com criança, porque isso é muito importante, saber trabalhar com criança. São Fidélis é celeiro de bons jogadores. Temos muitas crianças talentosas. O que ainda falta é mais oportunidade e incentivo” – disse.

VEJA MAIS

VEJA MAIS