sexta-feira , 23 outubro 2020

Bombeiros alertam para risco de afogamento no verão

corpo de bombeiros mergulhadores 1
Fotos: Manuela Escalla / Arquivo

O verão chegou com altas temperaturas, e esse clima quente faz com que diversas pessoas procurem rios, lagos e outros meios para se refrescarem. O problema é que muitos não conhecem os locais e acabam sendo surpreendidos por trechos com maior profundidade e não consegue sair do rio com vida.

Só nos últimos meses sete pessoas morreram afogadas em município das região Norte e Noroeste Fluminense, sendo duas delas, em São Fidélis. Entre os setes afogados estão quatro crianças, que são vítimas bastante vulneráveis a esses acidentes e precisam de um olhar mais atento dos pais e responsáveis.

Segundo homens do Destacamento 2/5 do Corpo de Bombeiros de São Fidélis, um dos principais fatores que fazem com que os afogamentos ocorram, é quando uma pessoa que não sabe nadar tenta se aventurar em um rio e acaba sendo surpreendida por um trecho mais fundo, por exemplo, algo que os banhistas despreparados devem ficar atentos.

O baixo nível do Paraíba do Sul também e outro fator que preocupa, já que muitos entram na água achando que o rio esta baixo, mas é nessa época que acontecem mais afogamentos.

Fotos: Vinnicius Cremonez

Em relação as crianças o Corpo de Bombeiros orienta aos responsáveis para ficar em frente a criança no trecho do rio em que estejam, para que caso a correnteza arraste a criança, o mesmo consiga segura-la.

Por ela ser dependente da vigilância dos pais, sendo que muitos não têm a noção de alguns cuidados, acabam sendo vítimas de afogamento. Outra questão é que muitas crianças e adolescentes saem de casa para tomar banho sozinha ou com amigos, sem avisar aos pais.

homem.rio

Ainda de acordo com os bombeiros, o procedimento essencial para resgatar uma pessoa com vida nesses casos é o tempo, em que todos os militares precisam chegar onde a vítima esteja e socorre-la a tempo. corpo de bombeiros mergulhadores 3Para isso, toda a guarnição precisa se deslocar rapidamente do quartel para o lugar da solicitação, e dependendo do local, levam o barco para realizar as buscas, e existe também a equipe de guarda vidas que fazem o serviço nesses casos. Já nos acidentes em que a vítima está desaparecida no rio, a guarnição entra em contato com o 5º GBM em Campos e os mergulhadores de plantão se encaminham para São Fidélis onde ajudam nas buscas.

corpo de bombeiros barco 3Os equipamentos utilizados nesses casos, são: coletes salva vidas, barcos, todo material de mergulho e a garateia, que serve para adiantar o processo em encontrar o corpo desaparecido.

Se você for tomar banho em rios como o Rio do Colégio ou Paraíba do Sul, tenha bastante cuidado e sempre esteja acompanhado de algum responsável. Jamis entre na água sem saber nada e sem conhecer o local.

corpo de bombeiros barco 1

Mais do SFn