Bezerro nasce com malformação na cabeça e chama a atenção em Santa Maria Madalena

Para o biólogo Marcell Viana Borges, o caso pode-se tratar de hidrocefalia, que é de ocorrência mais comum
Fotos: Reprodução

O caso de um bezerro, que nasceu com malformação na cabeça, está chamando a atenção de moradores de Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio. O vereador Nestor Lopes compartilhou nas redes sociais a imagem do animal, que teria nascido entre sexta (01) e sábado (02). O caso aconteceu em uma propriedade na região do Dezessete, no quarto distrito de Santa Maria Madalena. Alguns internautas chegaram a comentar que o animal poderia ter um tumor, devido à aparência da cabeça. Para o biólogo e professor, Marcell Viana Borges, o caso pode-se tratar de hidrocefalia, que é de ocorrência mais comum. “O ideal seria fazer uma necropsia, porque estou achando ele muito novo para nascer com um tumor bem desenvolvido, ou é hidrocefalia, que é muito provável, ou pode ser uma má formação dos ossos” – explica.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O biólogo explica ainda que o bezerro pode ter dificuldades para mamar, entre outras dificuldades para fazer as coisas habituais, o que acaba prejudicando a saúde dele. Se o diagnóstico for de hidrocefalia, condição que se caracteriza pelo acúmulo anormal e excessivo de líquido dentro do crânio, que normalmente leva ao inchaço do cérebro e aumento da pressão intra-cerebral, o biólogo relata que é possível salvar o animal.

“Dá para salvar, mas normalmente não compensa pro produtor, pois a cirurgia é bem cara” – disse. Marcell fala ainda sobre a possibilidade de se tratar de meningocele craniana. “Se for, existe cirurgia também. Eu já ouvi falar de dois métodos de diagnóstico. Um seria coletar o líquido e ver se tem baixo número de células e coloração para ver se é o líquor. O outro, que está sempre associado ao primeiro método, é tomografia” – informa.

Ao analisar a foto, a veterinária Josiane Leitão Abreu, referência em municípios da Região Serrana no cuidado de animais abandonados/vítimas de maus-tratos, e também de animais domésticos e silvestres, também afirmou que pode se tratar de hidrocefalia. “Pode realmente ser uma hidrocefalia congênita como pode ser uma neoplasia também. Geralmente a hidrocefalia está relacionada à má nutrição materna, anomalias vasculares, esqueléticas, pode estar relacionada à infecção uterina, toxoplasmose, viroses. A hidrocefalia pode também está relacionada a tumor. A característica, pela foto, parece ser hidrocefalia, mas sem o exame clínico e complementar, fica complicado falar detalhadamente” – explicou. Ela destaca ainda que trata-se de uma doença rara em bezerros. “Pode-se dizer que não é comum acontecer. É considerado raro” – disse.

Animal morreu pouco tempo depois de nascer
Segundo Sueli, dona da propriedade onde o animal nasceu entre a última sexta e sábado, o bezerro ficou vivo por algum tempo, mas depois morreu. Ao SF Notícias, ela relatou nunca ter visto algo assim e disse que o corpo do animal foi enterrado na fazenda, na região do Dezessete, no quarto distrito de Santa Maria Madalena.

  • Matéria atualizada após nossa redação ter conseguido contato com a proprietária da fazenda onde o animal nasceu.

VEJA MAIS

VEJA MAIS