WhatsApp Pagamentos já se encontra disponível no Brasil A inovação vai possibilitar que os usuários façam compras de produtos e serviços, e possam transferir dinheiro para qualquer pessoa que queiram utilizando somente a plataforma

A inovação vai possibilitar que os usuários façam compras de produtos e serviços, e possam transferir dinheiro para qualquer pessoa que queiram utilizando somente a plataforma

Fotos: Reprodução

O maior aplicativo de troca de mensagens do mundo, o Whatsapp, anuncia nova ferramenta de pagamentos. A inovação vai possibilitar que os usuários façam compras de produtos e serviços, e possam transferir dinheiro para qualquer pessoa que queiram utilizando somente a plataforma. Para usufruir da nova ferramenta, será necessário que o interessado cadastre um cartão no Facebook Pay. Além disso, o app não cobrará taxas de transferência nem de pagamento dos consumidores. O Brasil é o pioneiro na utilização desse recurso, que tem como principal objetivo, facilitar as operações comerciais no país, e espera-se que a ferramenta seja liberada gradualmente nos próximos dias. Este novo meio de realizar transações também está presente no WP Business (Versão do aplicativo destinada a pequenos estabelecimentos), onde já se pode fazer pagamentos pelo Whatsapp Pay utilizando cartões de débito ou de crédito do Banco Do Brasil, Sicredi, e Nubank.

O mensageiro espera que o novo meio de pagamento se popularize e receba mais parceiros. Além disso, acredita-se que a novidade ajudará os empresários a impulsionar seus negócios, contribuindo assim para a recuperação financeira do país. “Pequenas empresas são fundamentais para o país. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira”. disse Matt Idema, Segundo diretor de Operações da plataforma.
Segurança do Whatsapp Pay
Desde 2019 que o aplicativo conta com, a opção de verificação com duas etapas, onde os usuários devem colocar uma senha de 6 dígitos para abrir o mensageiro. Com a versão para pagamentos não será diferente, pois a empresa promete segurança avançada em sua operação. Os bancos precisam receber os dados de cada transferência ou pagamento, sites do mercado de câmbio ou sites de investimento por exemplo, devem ser criptografados e ter certificado SSL. Corretoras e aplicativos que envolvem transações já existem, como FOREX e até mesmo compra de ações. Se quiser saber mais, pode buscar informações sobre o serviço de FOREX Olymp Trade e outros apps do tipo, que seguem regras rigorosas de proteção. Já o Whatsapp, apesar de não utilizar criptografia em sua totalidade, garante que seu sistema de segurança é completamente eficaz, visto que a empresa conta com um sofisticado sistema de dados e a criptografia que recolhe os registros dos cartões são guardados em uma rede separada.

Como funciona? Para utilizar o sistema de pagamentos, é preciso configurar um cartão de um dos bancos associados (Nubank, Banco do Brasil e Sicredi) no Facebook Pay. Após essa ação estar concluída, os clientes poderão fazer transações de até R$ 1.000 e receber até 20 transferências por dia, sendo que o limite mensal é de R$ 5.000. Atualmente, no WhatsApp Business, o empresário deve ativar a função para receber envios de clientes. Felizmente, o app direcionado aos negócios não tem um número máximo ou mínimo de operações bancárias que podem ser feitas, sendo o comerciante livre para receber pagamentos ilimitados pela venda dos seus serviços e produtos. Apesar dos clientes não serem taxados pelas operações, os comerciantes que utilizarem o serviço terão que pagar uma taxa fixa de 3,99% a cada pagamento recebido.
Mensageiros mais utilizados do mundo – O site SimilarWeb realizou um estudo, onde inspecionaram a rede global de computadores e dispositivos móveis no período de janeiro de 2017 e dezembro de 2019. Os autores da pesquisa chegaram à conclusão que o segmento de troca de mensagens online é  dominado pelo Facebook Messenger e Whatsapp. Ambos aplicativos estão sob o controle do empresário Mark Zuckerberg, e vêm constituindo a maior rede de mensagens do mundo. Em 168 países do mundo, esses dois mensageiros lideram esse nicho de mercado.

Mais do SFn