Voluntários retiram grande quantidade de lixo na Cachoeira do Oriente, um dos pontos turísticos de S. Fidélis

Nem todos que visitam as belezas naturais da “Cidade Poema”, sabem aproveitá-las, deixando lixo para trás. São materiais que podem levar milhares de anos para se decompor, que além de poluir o meio ambiente, colocam os próprios frequentadores em risco, já que eles podem se ferir com cacos de vidro, por exemplo
Fotos: Divulgação

Com corredeiras, quedas e água limpa, o Rio do Colégio se destaca entre os pontos turísticos de São Fidélis, no Norte Fluminense. Entretanto, nem todos que visitam as belezas naturais da “Cidade Poema”, sabem aproveitá-las e acabam contribuindo com a degradação ambiental. No último fim de semana, por exemplo, Itamar Junior, que faz parte do grupo de amigos MTB São Fidélis, realizou um pedal até a Cachoeira do Oriente. Mas, ao chegarem no local, ele e um amigo foram surpreendidos pela quantidade de lixo. “Chegando na cachoeira vi aquele monte de lixo e fiquei revoltado. Gravei um vídeo chamando atenção do povo e logo depois fui no nosso grupo de WhatsApp e convidei os amigos pra ir lá fazer uma limpeza” – disse ao SF Notícias. A mobilização para limpeza ocorreu nesta terça-feira (14/07). (continua após a imagem)

Os voluntários encontraram vários tipos de materiais que, além de levarem milhares de anos para se decompor, colocam em risco os visitantes, que podem se ferir. “Retiramos muito lixo. Muito material perigoso como lata enferrujada, gargalo de garrafa de vidro, arame farpado, pedaço de ferro com ponta, e muito plástico, garrafa pet, pratinho, copo. Muita sacola” – relata Itamar. Até um fogão foi encontrado no local. A ideia do grupo é promover a ação em locais diferentes todas as semanas. Eles também pintaram uma mensagem alertando para a preservação do meio ambiente numa lixeira que fica próxima a cachoeira, entretanto, não há coleta de lixo no local. “Temos que cuidar para que nossos filhos possam usufruir no futuro. Esperamos que as pessoas se conscientizem e que cada um faça sua parte.
Jogue o lixo no lixo e vamos cuidar daquilo que Deus nos deu – destacou Itamar Junior.

VEJA MAIS

VEJA MAIS