Você sabe o quanto deve gastar com moradia?

É sempre necessário ponderar muito bem como fazer para conseguir um bom custo benefício, seja com reforma, compra na planta ou aquisição de uma propriedade já construída

Imagem: Casa foto criado por wirestock – br.freepik.com

Gastar com moradia é algo que ninguém pode evitar. Afinal, seja com aluguel ou com a compra propriamente dita, é impossível negar que acabamos por investir uma grande quantidade de capital em imóveis.

Às vezes os recursos em questão são poupados por muitos anos, outras vezes conseguido através de outras fontes, como o empréstimo com garantia de imóvel que é oferecido pela fintech CashMe, por exemplo.

Mas é preciso refletir quando esta pode ser, realmente, a melhor ideia. É sempre necessário ponderar muito bem como fazer para conseguir um bom custo benefício, seja com reforma, compra na planta ou aquisição de uma propriedade já construída.

Por conta disso, no artigo de hoje, apresentaremos para você, nosso caro leitor, como você pode descobrir o quanto deve gastar com moradia, permitindo que enxergue se a oportunidade em seu presente é ou não satisfatória.

Aproveite e boa leitura!

Um gasto que deve ser muito bem pensado

Ao procurar um local para fazer uma aquisição, de antemão, o comprador deve definir diversos detalhes que influenciam sim no preço total da casa. E, quando falamos disso, não nos referimos apenas a região.

Existem diversos fatores que levam um imóvel a baratear ou aumentar o seu preço. Conservação, acabamento, localização, vantagens comerciais, entre outros, são apenas alguns dos mais populares e conhecidos.

Isso sem contar que grande parte daqueles que conseguem comprar a casa própria ainda sofrem com uma situação que perdurará em suas vidas por anos: o financiamento imobiliário.

Afinal, a oportunidade de conseguir o crédito necessário para fazer uma das maiores aquisições da sua vida, seja através do crédito imobiliários, seja a partir de um empréstimo com garantia, além da realização de um grande sonho entre diversos brasileiros, é, com certeza, de encher os olhos.

Ainda assim, esta é uma decisão delicada a se tomar. Quando falamos deste tipo de transação, o montante financeiro ligado a mesma é muito maior do que se pode imaginar.

Fato este que pode ser comprovado por dois fatores:

  • Ainda que a crise tenha afetado, e muito, o setor imobiliário, este ainda é um dos melhores para se investir, visto que o mesmo é muito mais seguro quando comparado a outros no mercado;
  • A quantidade dos valores de casas e terrenos chega a ser enorme, fazendo com que o cenário de uma compra em débito direto seja tão raro, comparativamente falando ao números de pessoas no Brasil, muito complicado.

Além disso, nem todos estão realmente dispostos a colocar mais de R $200.000,00 em uma casa. Não que isso não seja uma conquista, mas, se pensar bem, o mesmo valor, quando usado para investir, pode ser muito mais benéfico do que a compra de uma residência.

Uma pessoa que investe esta quantia em alguma área do mercado tem uma maior chance de conquistar a estabilidade financeira, que, por sua vez, é muito mais rentável que o bem.

Logo, por mais que este sonho seja valioso e traga uma alegria indescritível para aqueles que o concretizam, é preciso pensar: Será que realmente é interessante gastar com moradia neste exato momento?

Mas, então, gastar com moradia é ruim?

Muito pelo contrário. Tudo se trata apenas de uma questão de perspectiva. De avaliar como sua vida se encontra neste momento e qual o rumo que deseja dar a mesma. Onde planeja estar daqui a alguns anos.

Como dito anteriormente, gastar com moradia para si é, de fato, uma das maiores conquistas que as pessoas podem atingir. A alegria de possuir em seu nome um bem tão grandioso e gratificante quanto seu próprio bem é algo que só pode ser dito por aqueles que já experimentaram essa sensação.

E não existe nada de errado até então. Um desejo nosso é apenas nosso, e apenas nós podemos dizer o quanto aquilo realmente importa em nossas vidas e o quão valioso pode ser.

A proposta deste artigo é apenas colocar uma pergunta em vossos pensamentos, caro leitor: Será que, a longo prazo, este montante investido será realmente bem aproveitado?

Afinal, ainda que você possa utilizar de tal para comprar sua residência, não seria mais interessante criar sua própria rentabilidade com algumas ações? Ou ainda, montar um negócio para si?

Por que não ampliar a visão e ver tudo por um olhar totalmente diferente? Onde, ainda que o seu sonho demore mais alguns anos para se realizar, você seja capaz de entrar junto a sua família em uma propriedade já quitada, sem despesas adicionais, e que desde o início já seja possível mantê-la plenamente estável?

Gastar com moradia é uma das opções

Como podemos ver, gastar com moradia é uma opção muito válida. A realização deste sonho deve sim ser comemorada. Entretanto, existem diversas outras escolhas que ainda que não pareçam ser tão diferenciais, mais pra frente, serão a chave para mudar a sua vida.

VEJA MAIS

VEJA MAIS