Violência: um morto, dois baleados e ex-prefeito e família feitos reféns em Pádua

Na última semana, um homem foi morto e a esposa, que estava com um bebê no colo, foi baleada. Um outro homem também foi baleado

A última semana foi marcada por atos de violência em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. Na noite da última terça-feira (26/01), o ex-prefeito Luís Fernando Padilha, seus familiares e a família de seu caseiro foram feitos reféns por bandidos que invadiram a fazenda do político na zona rural do município. A informação foi divulgada pela Rádio Natividade FM. Os criminosos levaram dinheiro, celulares, duas armas e uma caminhonete. Ao SF Notícias, a Polícia Militar informou que o caso foi registrado pelas vítimas diretamente na delegacia de Pádua.

Na noite do dia seguinte, dia 27, um homem – de 43 anos – foi assassinado e a esposa ficou gravemente ferida ao ser baleada no Morro da Borracha. Para a polícia, populares contaram que um homem não identificado se aproximou das vítimas e efetuou os disparos. O crime aconteceu na Rua dos Crentes. Em nota divulgada à imprensa, a Polícia Militar informou que o homem seria chefe da facção criminosa que atua na localidade. Ainda de acordo com a Polícia Militar, no momento do crime, ele estava acompanhado da esposa, de 38 anos, que estava com a filha de 7 meses no colo. O bebê não se feriu.

Já na tarde de sexta-feira, dia 29, um homem de 18 anos foi baleado na Rua São João Batista, no bairro Tavares. Segundo informações do 36º Batalhão de Polícia Militar, a vítima estaria sentada próximo à calçada quando foi surpreendido por quatro homens que estavam em duas motos pretas e efetuaram vários disparos. Durante buscas, policiais encontraram uma moto – modelo Yamaha/Lander de cor preta, sem placa e sem chassi -, além de cinco munições de calibre 38, duas jaquetas e uma calça jeans. O material apreendido foi encontrado na pedreira do Nando, e possivelmente foi abandonado pelos autores da tentativa de homicídio.

VEJA MAIS

VEJA MAIS