terça-feira , 22 setembro 2020

Vigilantes são assassinados dentro do IFF Guarus, em Campos Vítimas foram identificadas como Bruno Santos Rosa e Raul César Gomes Teixeira

Vítimas foram identificadas como Bruno Santos Rosa e Raul César Gomes Teixeira

Crime aconteceu no começo da madrugada desta quinta

Dois vigilantes foram assassinados dentro do campus Guarus do Instituto Federal Fluminense (IFF), no começo da madrugada desta sexta-feira (14/08), em Campos. As vítimas foram identificadas como Bruno Santos Rosa e Raul César Gomes Teixeira, de 40 anos. Segundo informações da polícia, um homem que seria viciado em drogas teria invadido o local. Houve uma luta entre os três e o acusado teria roubado a arma de um dos vigilantes. Em seguida, o acusado atirou contra as vítimas. Ainda não há informações sobre a motivação do crime, que inicialmente foi registrado na 146ª Delegacia de Guarus, mas será investigado pela Polícia Federal por ter sido em uma unidade federal. Após perícia, os corpos das vítimas foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML). O Instituto Federal Fluminense (IFF) ainda não se posicionou oficialmente sobre o caso. (continua após a publicidade)

Em nota publicada, a Federação Estadual dos Vigilantes do Rio de Janeiro e o Sindicato dos Vigilantes lamentaram a morte dos vigilantes. “A Federação Estadual dos Vigilantes e o Sindvig-RJ lamentam profundamente a morte dos irmãos de farda de Campos. A diretoria do Sindvig-RJ se solidariza com os amigos e familiares dos vigilantes. O Sindvig Campos está acompanhando o caso de perto e se pôs à disposição dos familiares no que for preciso”, diz a nota. A Paróquia Imaculado Coração de Maria de Ururaí também lamentou as mortes. “Nos solidarizamos com as famílias de dois vigilantes do IFF Guarus e principalmente os familiares do Bruno Santos que conhecemos. Rogamos a Deus para que os acolha no festim de toda eternidade! Nossos sentimentos aos familiares dos Vigilantes! Descansem em Paz”, diz a nota da Paróquia.

Mais do SFn