Varre-Sai vai adotar lockdown por dez dias a partir deste sábado (15)

De acordo com a Prefeitura, fica suspensa a abertura, o funcionamento e atendimento presencial nos estabelecimentos comerciais, incluindo farmácia, bancos, casa lotérica, Correios e outros
Fotos: Divulgação

Mais um município do Noroeste Fluminense decretou lockdown como forma de combater a disseminação acelerada do novo coronavírus. Apesar de ser um dos que possui menor número de casos de Covid-19 na região, Varre-Sai registrou 50 novos casos de Covid-19 na última semana, sendo 45 só nas últimas 72 horas, incluindo casos de profissionais da área da Saúde, o que motivou a Prefeitura a tomar medidas mais drásticas no enfrentamento ao coronavírus. A partir de sábado (15/08), por um período de 10 dias, a cidade adotará o lockdown. De acordo com a prefeitura, fica suspenso do dia 15 até o dia 24 de agosto, a abertura, o funcionamento e atendimento presencial nos estabelecimentos comerciais, incluindo farmácia, bancos, casa lotérica, Correios, etc., assim como a realização de celebrações e cultos pelas igrejas. Durante a vigência do decreto o fornecimento e entrega de produtos, especialmente destinado ao consumo humano e animal, bem como a prestação de serviços essenciais e inadiáveis, deverão ser solicitados ao fornecedor por telefone, WhatsApp ou rede social, devendo chegar ao destinatário exclusivamente através de entrega a domicílio (delivery). (continua após a publicidade)

Ainda de acordo com a Prefeitura, ficarão em funcionamento somente os serviços de urgência e emergência, os serviços de segurança, fornecimento de água e outros ofertados pela União, Estado e Município; postos de combustíveis e as padarias (das 5 às 10h), devendo entregar o produto na porta. O Decreto nº 1745/2020 considerou que muitos contaminados atuam diretamente no Hospital São Sebastião e na Secretaria Municipal de Saúde, fato considerado preocupante, uma vez que haveria necessidade de afastar os mesmos de suas funções, consideradas essenciais à população. A Prefeitura instituiu ainda o Canal de Comunicação da Guarda Municipal através do telefone 153 (ligação gratuita) e 3843-3273. Confira o decreto AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS