Variante do coronavírus mais transmissível é identificada em Itaocara, diz secretaria

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a variante foi identificada após a realização do sequenciamento genético realizado pelo laboratório da Secretaria Estadual de Saúde

Imagem: Site Itaocara RJ

Uma das variantes do coronavírus foi identificada em mais um município do Noroeste Fluminense. Nesta sexta-feira (07/05) a Prefeitura Municipal de Itaocara, através da Secretaria Municipal de Saúde, comunicou que, após a realização do sequenciamento genético realizado pelo laboratório da Secretaria Estadual de Saúde, a variante P.1 da Covid-19 foi identificada no município. “Essa variante que foi identificada pela primeira vez em Manaus tem um alto poder de transmissão, diante dos fatos, pedimos à população que redobrem os cuidados!” – diz o comunicado da Prefeitura, que não divulgou quantos casos foram identificados.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Também nesta sexta-feira a Prefeitura Municipal de Cambuci usou as redes sociais para informar a população que foram detectadas a presença de duas variantes do coronavírus em amostras coletadas em pacientes do município.  Uma delas é a conhecida como B.1.1.7, descoberta no Reino Unido em setembro do ano passado. A outra é uma variante brasileira, que está sendo chamada de P1, detectada em Manaus, e é considerada a variante mais transmissível; reveja AQUI.

Nova mutação descoberta no estado
Nesta quinta a Secretaria de Estado de Saúde confirmou que há uma nova variante do vírus da Covid-19 em circulação no estado do Rio de Janeiro. A cepa recebeu o nome de P.1.2, por se tratar de uma mutação ocorrida na linhagem P1, que permanece em maior frequência (91,49%). A P.1.2 foi identificada em 5,85% das 376 amostras submetidas à segunda etapa do sequenciamento realizado pela secretaria. Também foram identificadas, em menores proporções, as linhagens B.1.1.7 (2,13%) e P2 (0,53%); veja a matéria AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS