Turma que serviu ao Tiro de Guerra de Pádua em 1991 se reencontra após 30 anos

Dos 50 atiradores do ano de 1991, 30 conseguiram se reunir, já que alguns moram muito longe, outros ainda não conseguiram contato e também teve aqueles que infelizmente faleceram

Foi através de um grupo de WhatsApp que atiradores que serviram ao Tiro de de Guerra 01-002 de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, no ano de 1991, conseguiram se reunir pessoalmente após 30 anos. O 1° Encontro da Turma que serviu em 91 aconteceu no último dia 29 de dezembro, e foi marcado após a iniciativa de criar o grupo, com o intuito de haver um reencontro, mesmo que pela rede social, e bater papo, relembrar histórias por fotos e mensagens.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Foi um dia de emoção e recordação das histórias, às vezes engraçadas, que jovens com 18, 19 anos viveram ao servir o Exército Brasileiro. “Histórias que deixaram saudades como os desfiles em Pádua e em cidades vizinhas, Hasteamento da Bandeira Nacional, estande de tiro, acampamentos e até mesmo os momentos de ralação que já começava bem cedo como correr pelas ruas da cidade entoando versos e canções militares” – relembra o atirador Sandro Miranda.

continua após a imagem

Outros momentos como cavar trincheiras, manter a barba feita, o cabelo cortado de 15 em 15 dias, fardamento limpo, engomado e passado, até mesmo ser escalado para ficar na guarda justamente no dia do show preferido na Exposição, e o tradicional pagar 10 – um tipo de ‘castigo’ que o soldado faz 10 flexões – ficaram marcados na memória do grupo, entre muitas outras histórias que serviram de aprendizados.

Comandados na época pelo Sargento Parreiras, que hoje é Oficial da Reserva, que com muita maestria e competência deixou um legado muito grande para aqueles 50 jovens. “30 anos se passaram, dos 50 atiradores do ano de 1991 conseguimos juntar 30 nesse 1° Encontro, pois alguns irmãos de guerra estão morando muito longe, outros ainda não conseguimos o contato e também teve os irmãos que infelizmente já não estão mais entre nós. Nesse 1° Encontro foi feito um belo churrasco, música ao vivo a cargo de Jaqueline Rosa e na ocasião foram arrecadados alimentos para serem doados a uma instituição da cidade” – disse Sandro, que agradeceu ao TG 01.002 e a todos que fizeram parte de suas histórias.

VEJA MAIS

VEJA MAIS