segunda-feira , 21 setembro 2020

Sobe para quatro o número de moradores diagnosticados com Covid-19 em Trajano de Moraes Até a última semana, município era o único no estado sem casos da doença. Na cidade foram confirmados ainda outros dois casos, de um casal morador de Macaé que possui um sítio em Trajano.

Até a última semana, município era o único no estado sem casos da doença. Na cidade foram confirmados ainda outros dois casos, de um casal morador de Macaé que possui um sítio em Trajano.

Fotos: Divulgação

O município de Trajano de Moraes, na Região Serrana, que até a última semana era o único do Estado do Rio sem casos confirmados de coronavírus, registrou nesta segunda-feira (01/06) o quarto caso da doença. Até o último sábado (30/05), segundo boletim publicado pelo prefeito Rodrigo Viana em uma rede social, havia três casos confirmados de moradores do município e mais dois de pacientes moradores de outra cidade. Havia ainda um caso suspeito em análise. Já nesta segunda o prefeito usou as redes sociais para informar a confirmação de mais um caso. “Venho informar que um familiar do nosso primeiro caso (2º distrito) acaba de testar positivo para Covid-19 em nosso centro de Triagem em Trajano de Moraes” – diz a publicação. O primeiro caso da doença foi confirmado no dia 29, e segundo o chefe do poder executivo trata-se de um morador que exerce as atividades laborais em município vizinho, com cartão SUS daquele município, mas testado pela Secretaria de Saúde de Trajano e, portanto, contabilizado para a cidade. (continua após a publicidade)

Já no dia 30 de maio, o prefeito informou que haviam sido confirmados mais dois casos, de pacientes residentes no quarto distrito, Maria Mendonça. “Um deles apresentava quadro moderado a grave e o outro quadro leve. Com o monitoramento diário e o início precoce do atendimento, pacientes se encontram em recuperação com sintomas leves da doença” – disse. O diagnóstico foi dado através de teste rápido, seguindo protocolo de 10 dias após o aparecimento dos sintomas. Segundo a Prefeitura, os pacientes continuarão sendo acompanhados pela equipe da Vigilância em Saúde e Secretaria Municipal de Saúde até a recuperação. Os dois casos já constavam nos boletins como suspeitos. Os dois casos de fora do município tratam-se de moradores de Macaé, que possuem um sítio no quarto distrito de Trajano, para onde foram cumprir o isolamento. Ainda nesta segunda o prefeito publicou que será preciso “restringir de forma mais dura devido a irresponsabilidade de alguns”. “Estamos editando novos decretos. Informo mais tarde as medidas” – disse.

Mais do SFn