Servidor denuncia suposto esquema de combustíveis na Prefeitura de São Fidélis

Segundo a denúncia, carros sucateados que estão em depósitos da Prefeitura estariam constando como abastecidos diariamente. Ex-secretário de Transportes, citado nas denúncias, e o prefeito de São Fidélis se pronunciaram nas redes sociais
Fotos: Reprodução/ Portal VIU!

Uma denúncia de irregularidades na compra de combustíveis pela Prefeitura de São Fidélis, no Norte Fluminense, foi protocolada no Ministério Público Federal (MPF) e no Ministério Público Estadual (MPRJ). Em entrevista ao Canal Viu!, o autor da denúncia, um servidor municipal, que reuniu documentos e monitorou o abastecimento da frota oficial, afirmou que carros sucateados estariam constando como abastecidos diariamente, inclusive com quantidades de combustível muito acima do comportado pelos veículos. No município, o sistema de abastecimento é terceirizado. Segundo o servidor, a empresa Prime emite um cartão, com a placa de cada automóvel, que fica dentro do mesmo, e cada motorista tem um código de abastecimento, para abastecer nos postos conveniados com a empresa. Mas, ainda segundo a denúncia, no município a maioria dos abastecimentos é direcionada a um determinado posto. (continua após o vídeo)

O servidor cita, como exemplo, um abastecimento realizado em março em nome de Érick Lopes Guimarães, na época Secretário Municipal de Transportes. Segundo o denunciante, uma van foi abastecida com 297,5 litros no dia 31 de março, e no dia 1º de abril o mesmo veículo foi abastecido também em nome do então secretário, com 295 litros. Mas, segundo o servidor, o veículo é uma carcaça. O secretário foi exonerado no dia 2 de abril. Em seu perfil em uma rede social, Érick Lopes prestou esclarecimentos sobre o caso. “Procurei o meu pai, que é o então secretário municipal de transportes, para que pedisse a ele seu afastamento, para que venha a ter qualquer averiguação, a gente possa ter lisura, independência e transparência” – disse, afirmando que as denúncias são inverídicas, e que não têm comprovação de fato (Veja AQUI). O prefeito Amarildo Alcântara também se pronunciou, dizendo ter sido pego de surpresa. “Vamos apurar o caso. Se tiver irregularidades não vamos deixar ninguém impune, vamos cobrar providências. Não estou aqui para segurar coisa errada de ninguém. Vou a fundo nisso, porque tenho que prestar contas para a população. Não compactuo com esse tipo de coisa. Quem estiver errado vai pagar pelo seu erro” – disse, anunciando ainda o afastamento do secretário da pasta. (Confira o vídeo AQUI)

VEJA MAIS

VEJA MAIS