Senadores propõem continuidade do auxílio emergencial

Até o momento, o Governo Federal não deu indicação sobre uma possível extensão do auxílio emergencial

Senadores apresentaram projetos (PL 5.494/2020 e PL 5.495/2020) para dar continuidade ao pagamento do auxílio emergencial nos primeiros meses de 2021. O senador Weverton (PDT-MA), defende a prorrogação da vigência do decreto de estado de calamidade para dar mais liberdade ao governo para implementar os gastos necessários durante a crise provocada pela pandemia de Covid-19 (PDL 1/2021).

continua após o áudio

 

Instituído em abril, para conter os efeitos da pandemia sobre a população mais pobre e os trabalhadores informais, o programa concedeu uma parcela de R$ 600 a R$ 1.200 (no caso das mães chefes de família), por mês, a cada beneficiário. Inicialmente projetado para durar três meses, foi estendido em cinco parcelas, sendo estendidas novamente por mais três meses, mas com valor de R$ 300.00.

Fonte: Rádio Senado

VEJA MAIS

VEJA MAIS