Secretaria de Segurança Pública alerta sobre riscos da Cachoeira do Oriente, em São Fidélis

Em cinco dias, três pessoas morreram afogadas na mesma região da Cachoeira do Oriente. O gestor da Subsede do Desengano e representante do Inea em São Fidélis informou que solicitou ao Inea placas para sinalizar aos turistas que o local é de altíssimo risco e apresenta perigo iminente aos banhistas

Em vídeo gravado nesta segunda-feira (07/03), o Secretário de Segurança Pública, Ricardo Barcellos, fez um alerta sobre os riscos de frequentar a Cachoeira do Oriente, em São Fidélis, no Norte Fluminense. “Pedimos aos senhores para que tenham a compreensão de não irem a esse local até que seja decidido, a respeito do gestor do Inea em São Fidélis, junto com a equipe da Segurança, Defesa Civil, e outras equipes que quiserem nos ajudar para que a gente possa criar um alerta geral quanto a esse local” – disse o secretário.

Tem Instagram ❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ainda segundo o secretário, frequentar o local nesse momento “é correr risco de vida”. Nesta segunda equipes do Inea, Defesa Civil, além da Secretaria de Segurança Pública fizeram uma vistoria em conjunto na região da cachoeira, onde nos últimos cinco dias três pessoas morreram ao se afogarem no local. No caminho para a vistoria, as equipes encontraram os mergulhadores do Corpo de Bombeiros, que encontraram o corpo. Eles informaram que tiveram uma grande dificuldade para encontrar e também para retirar o corpo. Segundo os bombeiros, há um buraco entre as pedras, e as pessoas tem caído nesse vão e depois não conseguem voltar.

continua após a foto

O gestor da Subsede do Desengano e representante do Inea em São Fidélis, José Guilherme, informou que solicitou ao Inea placas para sinalizar aos turistas que o local é de altíssimo risco e apresenta perigo iminente aos banhistas. Os bombeiros também orientaram que seja colocada uma grade ou uma gaiola no vão que foi criado entre as pedras, pois é nesse local que está acontecendo as tragédias. Diante disso, José Guilherme também vai solicitar uma vistoria técnica do Inea nesse local.

Três mortes em cinco dias
Mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram o corpo da jovem Lídia de Freitas, de 26 anos, vítima de afogamento na Cachoeira do Oriente na manhã desta segunda. Segundo o Corpo de Bombeiros, populares que acionaram a corporação neste domingo (06) relataram que a jovem teria mergulhado e não retornou à superfície.

Na última terça-feira de Carnaval (01/03), um jovem morador de São Paulo morreu vítima de afogamento no mesmo local. Um morador de Campos, que tentou salvar o jovem, também morreu. Reveja a matéria AQUI.

VEJA MAIS

VEJA MAIS