São Fidélis registra mais de 20 casos de dengue e chikungunya

Em algumas casas, agentes de endemias encontraram água acumulada em garrafas, pneus, vasos de plantas e outros materiais em meio a muito lixo
Fotos: Vigilância em Saúde

São Fidélis está entre os municípios com maior número de casos de Covid-19 na região. Embora seja a doença do momento, a população não pode esquecer dos cuidados que se precisa ter para combater o Aedes Aegypti, considerado vector de doenças graves, como Dengue, Zika e Chikungunya. Segundo a Superintendência de Vigilância em Saúde de São Fidélis, entre janeiro e abril de 2020 foram 25 notificações de casos suspeitos de Chikungunya, sendo que 12 casos foram confirmados. No mesmo período foram feitas 23 notificações de casos suspeitos de Dengue, sendo que 9 casos foram confirmados. O bairro com maior número de casos é o Barão de Macaúbas. O distrito de Pureza também preocupa a Vigilância em Saúde. (continua após publicidade)

Agentes de endemias estão visitando residências nos bairros com casos confirmados. Em alguns imóveis eles encontraram água acumulada em pneus, vasos de plantas e em outros materiais que estavam amontoados em meio a muito lixo, o que ajuda na proliferação do mosquito. Especialistas pedem para que a população utilize o tempo de isolamento em casa para inspecionar e eliminar possíveis focos do Aedes Aegypti. Segundo o Ministério da Saúde, a melhor forma de prevenção é evitar a proliferação do mosquito, eliminando água armazenada de locais que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, galões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Nota >  Mais cedo o SF Notícias havia noticiado que eram mais de 20 casos de Dengue e chikungunya, mas no decorrer do dia a Vigilância em Saúde informou que havia passado os números errados, pois havia ocorrido uma duplicidade no sistema, ou seja, alguns pacientes foram contabilizados duas vezes.

VEJA MAIS

VEJA MAIS