São Fidélis está entre os municípios que irão receber investimentos para captação de água

Fotos: Vinnicius Cremonez
Fotos: Vinnicius Cremonez

Os comitês de integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP), e a Associação Pró-gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP) e da Bacia Hidrográfica do Guandu (CBH-Guandu), vão liberar cerca de R$ 13,5 milhões para ações emergenciais nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, devido a atual crise hídrica vivenciada pala bacia do Rio Paraíba do Sul.

Ao todo treze municípios do Rio de Janeiro e de São Paulo serão beneficiados, entre eles, São João da Barra e São Fidélis, municípios do Norte Fluminense que decretaram situação de emergência devido a forte estiagem.

No estado de São Paulo, a maioria das obras será feita pela Companhia de Saneamento Básico do Estado (SABESP). Apenas três obras serão coordenadas pela Agevap, que prevê estar com a licitação concluída também em até 15 dias.

seca paraíba 44

Cerca de R$ 8,57 milhões serão destinados a oito municípios do Rio de Janeiro, e o restante atenderá municípios paulistas. O plano prevê a distribuição de 12 balsas com bombas elétricas no rio em São João da Barra, município que enfrenta problemas com o abastecimento de água devido o avanço do mar na foz do Paraíba. Também será construído um poço artesiano de 250 mil litros, que custará R$ 1,1 milhões.

Já em São Fidélis serão investidos cerca de R$ 65 mil reais em uma obra de prolongamento de uma tubulação de água que já existe. Essa tubulação vai permitir a captação de água em locais mais profundos, já que onde é feita a captação, o nível é baixo.

Segundo o diretor do Comitê do Baixo Paraíba do Sul, João Siqueira, o projeto foi aprovado em uma reunião antes do carnaval, é agora, a Agevap possui 90 dias para aplicar os recursos. Agência Nacional das Águas(ANA) fará uma nova redução da vazão do Paraíba do Sul, já que choveu apenas 52% da média prevista, e com as obras prevista, a situação será amenizada.

rio seca 3

Mais do SFn