Para celebrar 80 anos da Biblioteca Municipal, São Fidélis vai sediar festival literário, artístico e educacional

A "Cidade Poema" foi uma das cinco cidades do estado que foram contempladas com o Projeto "Energia para Ler"

Mesmo em meio à pandemia de coronavírus, que impediu a realização de vários eventos culturais que fazem parte do calendário da “Cidade Poema”, São Fidélis, no Norte Fluminense, não deixou de fazer jus ao título. Como parte das ações emergenciais destinadas ao setor cultural, previstas pela Lei Aldir Blanc, o I Festival da Cultura Fidelense foi sucesso em 2020, e muitas novidades estão a caminho. Na última sexta-feira (27) integrantes da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo estiveram em dois eventos que anunciam novos apoios para o setor cultural fluminense, bem como de incentivo à leitura, arte, cultura e educação. O primeiro deles foi o lançamento do Pacto Cultural RJ de Fomento às Artes, que destina R$ 75 milhões em sete projetos diferentes, atendendo aos diversos segmentos da cultura. Serão lançados editais pelo Governo do Estado, no qual artistas e fazedores de cultura de todo o Rio de Janeiro poderão participar.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

continua após a imagem

A equipe também participou do lançamento do Projeto “Energia para Ler”, um festival literário, artístico e educacional. Dos 92 municípios do Rio de Janeiro, São Fidélis foi um dos apenas cinco contemplados com esse grande evento, agendado para ocorrer do dia 27 ao dia 31 de outubro, de forma híbrida, coroando as celebrações dos 80 anos da Biblioteca Municipal. Segundo Pedro Cruz, da Secretaria Municipal de Cultura, o fato de São Fidélis ser a “Cidade Poema” encantou os produtores e a destacou na seleção.

Pedro falou sobre o reconhecimento em meio a um período difícil. “É sinal de que, mesmo com todos os desafios impostos por estes tempos difíceis, conseguimos realizar um bom trabalho em prol da cultura fidelense e da formação de um público leitor; trabalho esse a que convidamos todos para dialogar e participar” – destacou.

VEJA MAIS

VEJA MAIS