São Fidélis confirma mais uma morte de paciente diagnosticado com Covid-19; vítima é um homem de 39 anos

Desde o início da pandemia até hoje, 48 fidelenses perderam suas vidas na luta contra a doença. Na próxima segunda o município irá ampliar a testagem da população

Subiu para 48 o número de fidelenses que morreram diagnosticados com coronavírus. A mais nova vítima é um homem, de 39 anos, que morava no bairro Vila dos Coroados, e estava internado no Centro de Combate ao Coronavírus, instalado nas dependências do Hospital Armando Vidal, desde o dia 21 de novembro. A informação não consta no boletim divulgado nesta sexta-feira (11), mas foi confirmada pelo SF Notícias junto ao setor de Vigilância em Saúde do município. Segundo o setor, o paciente veio a óbito quando o boletim já havia sido fechado, por isso, entrará no boletim deste sábado.

Desde o início da pandemia o município já confirmou 1.337 casos de Covid-19. Desse total, 1.280 pessoas já se recuperaram e 48 fidelenses morreram. No momento o município contabiliza 09 casos ativos da doença. Há 13 pessoas – entre casos suspeitos e confirmados – internadas. O município tem 13 casos considerados suspeitos no momento, que aguardam resultados de exames.

Testagem em massa
Na próxima segunda-feira, a Prefeitura de São Fidélis, através da Secretaria Municipal de Saúde ampliará a testagem por meio da técnica de PCR (SWAB/Cotonete) no município. O objetivo é controlar e identificar os casos da doença e sua proliferação. As testagens serão feitas das 9h às 11h, de segunda a quinta-feira, por meio de demanda espontânea, ou seja, qualquer morador poderá realizar o exame, mesmo aqueles que não estão com sintomas. Os testes serão realizados no setor de Vigilância em Saúde, no Centro, e na Clínica da Família.

Segundo a Secretaria de Saúde, para organizar melhor o procedimento de coleta das amostras, as testagens acontecerão mediante distribuição de senha, sendo por ordem de chegada. O morador precisará apresentar o CPF e o Cartão Nacional do SUS. As amostras serão encaminhadas ao laboratório de referência no estado, o Lacen-RJ, desta forma, não é possível precisar um prazo para disponibilização do resultado. A testagem rápida seguirá normalmente com o protocolo que vem sendo adotado.

VEJA MAIS

VEJA MAIS