Risco para Covid-19: Estado suspende aulas presenciais em Macaé, São Francisco de Itabapoana e Carapebus

Norte Fluminense passou para a bandeira laranja, que indica risco moderado de contágio; Italva também sai da relação por ter deixado de aderir à flexibilização
Foto: Reuters/ Adriano Machado

Com a divulgação do novo Mapa de Risco para a Covid-19, que aponta que o Norte Fluminense passou para a bandeira laranja – indicando risco moderado de contágio – as aulas presenciais nos municípios de Macaé, São Francisco de Itabapoana e Carapebus foram suspensas. De acordo com o Governo do Estado, Italva, no Noroeste Fluminense, também sai da relação por ter deixado de aderir à flexibilização. Com a retirada das cidades da lista da Secretaria de Educação, a retomada das atividades nas escolas continua esta semana em 12 municípios. No restante do estado, as atividades pedagógicas serão exclusivamente remotas. Mesmo sem aulas presenciais, todas as escolas da rede ficarão abertas para que os estudantes retirem o material didático, além do kit alimentação. (continua após a publicidade)

A partir de amanhã, serão 395 escolas estaduais com aulas presenciais em todo o estado. Juntas as unidades somam 60,8 mil alunos que poderão optar por voltar às aulas presenciais na segunda-feira. Os municípios da lista de flexibilização são Casimiro de Abreu; Duque de Caxias; Itatiaia; Mesquita; Miracema; Natividade; Nilópolis; Niterói; Piraí; Rio de Janeiro; São Pedro da Aldeia e Seropédica. Dentro dos municípios que vão retornar, 24 escolas não iniciarão suas aulas presenciais com as demais, uma vez que suas equipes de direção declararam fazer parte do grupo de risco da Covid-19. Ao longo da semana, a Secretaria de Educação providenciará uma solução administrativa para a retomada das atividades.

VEJA MAIS

VEJA MAIS