Rio segue subindo em Porciúncula e nível ultrapassa 8 metros; Cedae suspende fornecimento de água

Ruas de diversos bairros estão alagadas e centenas de pessoas estão desalojadas. Nível do rio chegou a 8,13 na tarde deste sábado
Fotos: Reprodução/ redes sociais

O município de Porciúncula, no Noroeste Fluminense, sofre com a cheia do Rio Carangola. A cheia de rios que cortam a região é decorrente das fortes chuvas que vêm sendo registradas em cidades e localidades da zona da mata mineira. Ao longo deste sábado (20/02), o Rio Carangola continua subindo em Porciúncula, tendo atingido 8,13 m às 17h. Na cidade, a cota de atenção é 3,80 m; a de alerta 4,80 e a de inundação 5,20. Ruas de diversos bairros estão alagadas e centenas de pessoas estão desalojadas. Para tentar amenizar os transtornos, equipes da Prefeitura Municipal estão agindo desde a manhã desta sexta para atender a população. A Secretaria de Promoção Social providenciou abrigos com toda a assistência aos desalojados. Eles estão sendo encaminhados para a Escola Mirela Meira Lira, Creche Vovó Dininha e ao Colégio Estadual José de Lannes, onde assistentes sociais do município prestam atendimento às famílias.

continua após o vídeo

De acordo com a Prefeitura, as pessoas desabrigadas nos colégios são catalogadas e recebem café da manhã, almoço e jantar, material de higiene, informações e máscaras. A equipe de Saúde do município também está prestando atendimento aos desabrigados, com visita de plantonistas em caso de necessidade. As equipes de trabalho do município estão nas ruas, atendendo moradores e prestando ajuda e informações. A Defesa Civil orienta que os moradores evitem entrar na água da enchente, evitem circular desnecessariamente nas ruas, evitam transitar a pé ou de carro sem necessidade nos bairros alagados, que não descartem lixo de qualquer espécie na rua, além de utilizar máscara, evitar aglomeração e seguir atentos ao aumento das águas.

Cedae suspende abastecimento  
Na manhã deste sábado (20) a Prefeitura orientou a população para que economizasse água, pois com as cheias do Rio Carangola poderia haver corte no fornecimento de água potável no município. Já na parte da tarde a Prefeitura comunicou através de seu perfil oficial em uma rede social que a Cedae suspendeu o abastecimento.

VEJA MAIS

VEJA MAIS