Projeto de Lei pede proibição de banheiros unissex em escolas das redes pública e privada do RJ

Segundo o deputado, o projeto de lei tem como objetivo resguardar a individualidade, privacidade e segurança de alunos e professores na rede de ensino

Imagem: Julia Passos/Alerj

A instalação de banheiros unissex em escolas das redes pública e privada poderá ser proibida no Estado do Rio de Janeiro. É o que defende o deputado Filippe Poubel (PSL) através do Projeto de Lei 5170/2021, em tramitação na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O deputado considera fundamental que o “modismo da esquerda”, que vem ganhando espaço em estabelecimentos comerciais e escolas de samba, não chegue à rede de ensino estadual.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Na justificativa do projeto de lei, Filippe Poubel destaca que o principal objetivo é resguardar a individualidade, a privacidade e a segurança de alunos e professores das redes de ensino do Estado do Rio de Janeiro. “É hipocrisia da esquerda pregar vagão exclusivo para mulheres nos trens e metrô, e agora querer banheiro unissex. Sou pai de gêmeas de 5 anos e não aceito que um menino use o mesmo banheiro que minhas filhas. Não vou aceitar”, afirma Filippe Poubel.

O deputado nega discriminação, homofobia ou transfobia, como os parlamentares contrários aos banheiros multigênero. “Deus fez o homem e a mulher, agora a esquerda quer criar gêneros. Parem de tentar acabar com a inocência de uma criança, de atentar contra a instituição família. Querem acabar com a família, é inaceitável. Estarei sempre lutando pelos bons costumes, pela família, pela segurança de nossas crianças e adolescentes”, conclui o deputado Filippe Poubel. O projeto de lei 5170/2021 será analisado pelas comissões de Constituição e Justiça; Educação; Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso; e Orçamento.

VEJA MAIS

VEJA MAIS