quarta-feira , 21 outubro 2020

Programa de Combate ao Tabagismo entrega certificados

afsgdfhghjkjklçl

Aconteceu na noite desta última quinta-feira (05) no Centro de Atenção a Terceira Idade (CATI), a solenidade de entrega dos certificados para os ex-fumantes do Programa de Combate ao Tabagismo de São Fidélis. O evento é uma comemoração pelo Dia Nacional de Combate ao Fumo que foi comemorado no último deia 29 de Agosto. O programa já foi procurado por cerca de 600 pessoas desde a sua implantação na cidade em Março de 2011. Desses, 340 conseguiram ser atendidas. Ao todo, 46% dos atendidos pararam de fumar, 37% abandonaram o tratamento e 17% ficaram apenas na triagem.

A solenidade contou com a apresentação de um grupo musical do Centro de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos, além de uma palestra ministrada pelo Pr. Levi Costa e de uma leitura de poema feito pelo ex-fumante José Moreira. O programa conta com o atendimentos de uma enfermeira, de uma psicóloga e de uma psiquiatra. Além do polo que funciona no CATI, o programa conto com unidades na Ipuca, Vila dos Coroados e no ano quem vai chegar em Pureza.

asddfdhghgkjkjçjhçSegundo a coordenadora do programa Solange da Sila Mendonça, o programa vira uma família, pois nas terapias de grupo, os pacientes fazem uma troca de experiência. Solange disse ainda que no programa, são tratados a dependência física, psicológica e comportamental dos pacientes.

Nossa equipe conversou com alguns dos pacientes. Veja os relatos deles:

“Fiquei dois dias sem fumar; ai resolvi procurar o programa porque sabia que ia ter uma crise de abstinência porque o cigarro é uma droga. Sem o programa, eu com certeza iria voltar a fumar. Com apoio psicológico e de medicamentos, hoje eu já estou a 1 ano e 4 meses sem cigarro”. disse Jadson Azevedo de Souza.

A ex-fumante Ana Paula Coelho, resolveu para de fumar mas não conseguiu sozinha.  Começou passar mal e pediu ajuda a mãe, a qual procurou o programa e matriculou as duas. Hoje, Ana Paula e Suelena da Cruz Coelho, estão a 1 ano e 6 meses sem fumar. “Eu não sinto mais falta do cigarro” concluiu Ana Paula.

asdjgflfhklçsdçlg

Mais do SFn