Primeiro Batalhão de Ação com Cães (BAC) do interior do Estado será construído em Macaé

O objetivo é reforçar as ações táticas de prevenção e combate ao crime em Macaé e em cidades da região

O primeiro Batalhão de Ação com Cães (BAC) do interior do Estado, unidade operacional especial da Polícia Militar do Rio de Janeiro, será em Macaé. O prefeito Welberth Rezende formalizou, nesta quinta-feira (7), mais uma parceria com o Governo Estadual para a construção do órgão. Com 60 policiais, 20 cães treinados e quatro viaturas, a ideia é implantar mais um aparelho de segurança pública para o município. O objetivo do BAC, que será construído em área cedida pela Prefeitura de Macaé no Parque da Cidade, é reforçar as ações táticas de prevenção e combate ao crime no município.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Ordem Pública e reuniu diversos representantes das forças de segurança. Entre eles, coronel Rodrigo Ibiapina, comandante de Policiamento de Área (CPA); major Bruno Ribeiro, subcomandante do 32º BPM; capitão Renato Vidal, que será comandante do Batalhão de Ação com Cães de Macaé; tenente-coronel Rafael Sepúlveda, representante do Batalhão de Ação com Cães (BAC) da capital; deputado Bruno Dauaire – presidente da Comissão de Segurança Pública da Alerj; e Alan de Oliveira, Secretário municipal de Ordem Pública. De acordo com o prefeito, o pedido de cessão de parte do terreno do Parque da Cidade para construção do BAC Macaé será encaminhado pelo Executivo à Câmara Municipal. A proposta está contemplada no projeto de revitalização do Parque, em elaboração pela Secretaria Municipal de Obras.

“A iniciativa irá melhorar a qualidade de vida dos moradores. Além da segurança pública, o BAC promove uma interação com a sociedade”, frisou o prefeito, acrescentando o intuito de implantar na cidade uma central de monitoramento conforme modelo do Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR), que visitou na última terça-feira (5).

O capitão Renato Vidal destacou que a proposta do Governo do Estado é expandir as ações de segurança, e o município tem localização estratégica para o BAC. “Macaé está bem próximo da Região dos Lagos e, também, de Campos dos Goytacazes. Dessa forma, estaremos otimizando as ações no interior do Estado. Por enquanto, para realizar uma operação nessa região, por exemplo, é necessário fazer todo deslocamento dos nossos policiais e cães do Rio para Macaé”, ressaltou.

O Secretário de Ordem Pública, Alan de Oliveira, afirmou que o reforço dos policiais com cães será fundamental para redução de crimes. “Os cães têm a preparação para ações terrestres, aéreas e marítimas, além de serem farejadores de armas e drogas. Isso fará uma grande diferença nas operações”, explicou.

VEJA MAIS

VEJA MAIS