quarta-feira , 21 outubro 2020

Preso em São Gonçalo acusado de homicídio em Cambuci

crime casa do menor
Fotos: Vinnicius Cremonez

Mais um dos apontados de serem os autores do crime que chocou os moradores de Cambuci, foi preso pela Polícia Civil. Carlos Henrique Zanadi Amorim, de 25 anos, que estava foragido da justiça desde o dia 31 de julho, foi localizado nesta quarta-feira(10) no município de São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Carlos Henrique, sua mãe Luciana Ribeiro Zanadi, de 42 anos, seu irmão H.Z.F.C., de 16 anos, e sua cunhada identificada como Sueli Estolé Faria, de 19 ano, foram presos acusados de terem matado e decapitado Rosemilton de Morares Machado, de 48 anos, conhecido como “Bodinho”.

O corpo da vítima foi encontrado decapitado e boiando 11 de abril desse ano, no Rio Paraíba do Sul, próximo ao centro do município.

Após um trabalho de investigação e inteligência da 142ª Delegacia Legal do município, a polícia conseguiu desvendar detalhes do crime e chegou até cinco integrantes da mesma família, que eram vizinhos da vítima. Uma testemunha que terá o seu nome preservado para sua segurança, foi a peça principal para desvendar esse “quebra-cabeça”.

O crime aconteceu na casa da família no bairro da Boia, onde foi feita uma perícia com a utilização do luminol para detectar sangue. Sete amostras foram recolhidas, mas todas deram negativas. crime, onde o copo foi jogadoMesmo assim, o juiz entendeu que havia elementos suficiente no depoimento da testemunha e decretou a prisão dos cinco integrantes da família no último dia 31 de julho, por estarem juntos no dia do crime.

Segundo informações da polícia, em depoimento a testemunha contou que viu um menor e o seu irmão, o Carlos Henrique, imobilizando “Bodinho” com ajuda da Sueli e uma outra mulher, suas companheiras, e que a Luciana, mãe do menor e do Carlos Henrique, presenciou o crime. A testemunha conseguiu ver até o momento em que os acusados levaram a vítima para a casa deles. Após matarem e decapitarem a vítima, os acusados jogaram o corpo e a cabeça dentro do Rio Paraíba do Sul.

forum cambuciRosemilton trabalhava como carroceiro, e estava desaparecido desde o dia oito de abril. O corpo foi encontrado há mais de quatro quilômetros do local onde o crime aconteceu, e só foi identificado pelo irmão da vítima através de uma tatuagem no braço direito. Vanessa Barbosa de Souza, de 21 anos, esposa de Carlos Henrique, também teria participado do crime e ainda está sendo procurada pela polícia. Carlos Henrique será transferido nesta quinta-feira para Cambuci, onde prestará depoimento.

No último dia aconteceu a primeira audiência do caso no Fórum de Cambuci. Testemunhas foram ouvidas, inclusive o Policial Civil responsável pela investigação. Luciana Ribeiro Zanadi, Sueli Estolé Faria, que continuam presas, e H.Z.F.C., que ficou um pouco mais de um mês detido no degase entre São Fidélis e Campos, estiveram presentes.

crime exclusivo 1O site São Fidélis Notícias foi a única equipe de reportagem que entrou na casa onde o crime aconteceu, e tivemos acesso com exclusividade ao depoimento do adolescente. Também tivemos acesso a fotos exclusivas do dia em que o menor foi apreendido e levado ao local do crime, e ao local onde o menor disse que teria jogado o facão, usado para decapitar a vítima.

Em uma matéria publicada no dia 10 de agosto, contamos e mostrado todos os detalhes do crime, que foi solucionado graças ao trabalho da equipe da 142ª Delegacia Legal de Cambuci. O São Fidélis Notícias continua acompanhando o caso. Reveja a matéria com todos os detalhes no link abaixo.

Exclusivo: polícia revela detalhes de crime que chocou Cambuci 

crime casa da vítima

Mais do SFn