Prefeituras de Cordeiro e Itaocara lamentam morte do técnico de enfermagem Alexandre Marinho

De acordo com a Prefeitura de Itaocara, o servidor estava em seu dia de folga, quando sentiu-se mal e dirigiu-se ao hospital. Alexandre também trabalhou no hospital de Cordeiro

As Prefeituras de Cordeiro, na Região Serrana do Rio, e Itaocara, no Noroeste Fluminense, lamentaram com pesar a morte do técnico de enfermagem Alexandre Marinho dos Santos. De acordo com a Prefeitura de Itaocara, o servidor estava em seu dia de folga, quando sentiu-se mal e dirigiu-se ao hospital, onde prontamente foi atendido pela equipe de saúde. Alexandre, entretanto, acabou falecendo nesta sexta (12). “É com muito pesar que comunicamos o falecimento do nosso amigo e companheiro técnico de enfermagem Alexandre Marinho dos Santos. A nossa equipe da Prefeitura, Secretaria de Saúde, Direção do Hospital de Itaocara e toda equipe prestamos aqui nossas condolências à família” – diz a nota publicada pela Prefeitura de Itaocara.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A Prefeitura de Cordeiro também publicou uma nota lamentando o falecimento do Alexandre Marinho, que durante muitos anos trabalhou como enfermeiro no hospital de Cordeiro. “A Prefeitura manifesta o mais profundo pesar, as palavras neste momento se tornam vagas e só basta pedir a Deus forças para toda família e amigos para enfrentar esse momento difícil” – diz trecho da nota. Nas redes sociais, amigos e familiares também lamentaram a morte de Alexandre, que era muito querido nos dois municípios. “Meu amigo, ainda não acredito que você partiu para os braços do pai, deixou preciosas lembranças, de um amigo que cuidava de todos os amigos, que estava pronto a ajudar o próximo, um incrível professor na enfermagem, um ser humano que me dava orgulho em vê-lo trabalhar, pois onde o colocava ele sempre brilhava. É com muita tristeza que digo adeus, ficará uma dor imensa em nossos corações e a certeza que todos seus amigos hoje sofrem essa grande perda” – diz uma das publicações.

VEJA MAIS

VEJA MAIS