Prefeitura anuncia operação tapa-buracos em trecho urbano da RJ-158 em São Fidélis

Em abril o DER anunciou a assinatura de convênios com as prefeituras de São Fidélis e cidades da região. Na prática, até o momento, os municípios ainda não foram beneficiados através desse convênio

Em seu perfil oficial, a Prefeitura de São Fidélis anunciou que será iniciado na próxima segunda-feira (12/07) a operação tapa-buraco no trecho urbano da RJ-158 que corta a cidade. Há meses moradores vêm reclamando da quantidade de buracos em ruas como a Rua Dom Licínio Rangel, antiga Duque de Caxias, no trecho da Gamboa, e na Euclides da Cunha, a Beira-Rio. A informação foi divulgada após moradores anunciarem uma manifestação para hoje reenvidando uma solução para os buracos.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

“O Prefeito Amarildo e o Vice-Prefeito José William comunicam a população Fidelense que a partir desta segunda-feira, dia 12/07, inicia-se a operação tapa-buraco na RJ 158 que corta nossa cidade. Essa parceria com o DER também contemplará uma operação de recapeamento nas ruas da cidade, bairros e Distritos de nosso município. Desde já agradecemos ao DER, ao governador Claudio Castro, ao secretário das cidades Uruan Cintra, ao presidente do DER Herbert Marques, ao Diretor de obras e conservação Regional 1 Newton Júnior, a Engenheira chefe da 13° DOC Walquiria e ao deputado Estadual Jair Bittencourt”, diz a nota divulgada pela Prefeitura.

Em abril o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) anunciou a assinatura de convênios com as prefeituras de São Fidélis e cidades da região. Naquele mês o Governo do Estado havia informado que o convênio vai permitir que os municípios melhorem sua estrutura viária. As cidades beneficiadas vão apresentar onde querem executar os projetos, e o DER vai disponibilizar o material necessário para ser realizado. Isso torna possível que as próprias prefeituras identifiquem suas necessidades e foquem esse investimento onde mais precisam. Na prática, até o momento, os municípios ainda não foram beneficiados através desse convênio.

VEJA MAIS

VEJA MAIS