Por unanimidade, TSE confirma Wladimir Garotinho como prefeito de Campos

No segundo turno, o deputado federal Wladimir Garotinho recebeu 121.174 votos

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu, na manhã desta quinta-feira (10/12), por unanimidade as candidaturas de Wladimir Garotinho (PSD) como novo prefeito de Campos e Frederico Paes (MDB) como vice-prefeito. Os dois foram os mais votados no segundo turno no município, mas precisavam esperar pela decisão do TSE pra saberem se iam ou não governar Campos. A chapa foi alvo de um pedido de impugnação do registro de candidatura movido pela coligação de Bruno Calil (SD), ainda no primeiro turno. A ação girava entorno do candidato a vice-prefeito, Frederico Paes, que era diretor do Hospital Plantadores de Cana.

A coligação Nova Força argumentou que Frederico não deixou a direção do hospital dentro do prazo estabelecido pelo calendário eleitoral para um agente público. Porém, segundo o TSE, o texto da legislação sobre desincompatibilização fala de entidades mantidas pelo poder público e não de entidades que recebam recursos governamentais, por isso, a regra não se enquadraria no caso de Frederico, que não é um agente público. Além do ministro-relator Luís Felipe Salomão, votaram pelo deferimento da chapa os ministros Mauro Campbell, Tarcísio Vieira, Sérgio Banhos, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e o presidente Luís Roberto Barroso.

“O resultado do TSE confirma que sempre falamos a verdade. Prevaleceu a vontade popular, o respeito as urnas é princípio básico da democracia. O povo de Campos quer paz e estabilidade para superar os grandes desafios que estão no nosso caminho”, publicou Wladimir nas redes sociais.

A eleição
O deputado federal Wladimir Barros Assed Matheus de Oliveira, conhecido como Wladimir Garotinho, filho dos ex-governadores do Estado do Rio de Janeiro, Anthony e Rosinha Garotinho, e irmão da deputada federal Clarissa Garotinho, recebeu 121.174 votos. A mãe dele, Rosinha, também foi prefeita de Campos. Caio Santos Vianna, que disputava o segundo turno com Wladimir, liderou boa parte da apuração dos votos, mas Wladimir acabou virando e foi eleito. Caio recebeu 110.094 votos. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral, 109.516 eleitores não votaram. Foram 5.419 votos brancos e 14.423 votos nulos.

VEJA MAIS

VEJA MAIS