Polícia prende acusado de sequestrar e matar advogada na Região Serrana

Ao ser detido, o acusado confessou o crime e indicou onde estava o corpo da vítima. Criminoso colocou fogo no corpo da vítima utilizando pneus.

Uma Força-Tarefa da Polícia Civil, constituída por agentes da 105ª Delegacia de Polícia de Petrópolis, da 106ª DP do distrito de Itaipava e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), prendeu um homem apontado como autor do sequestro e do homicídio da advogada Patrícia Sá Fortes, de 50 anos. O criminoso foi capturado na comunidade do Arará, em Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro. Ao ser detido, o acusado, identificado como Rogério, confessou e indicou onde estava o corpo da vítima.

Segundo os agentes, a mulher estava desaparecida desde a madrugada de sexta-feira (22/01), quando saiu de uma festa na casa de uma amiga em Itaipava. De acordo com a Polícia Civil, assim que tomaram conhecimento do fato, os policiais iniciaram as investigações. Diligências foram realizadas e imagens de câmeras de monitoramento analisadas.

Foi identificado o trajeto do carro da vítima e a localização na comunidade do Arará. Pertences dela também foram encontrados junto ao veículo. O homem confessou, ainda, ter ateado fogo no corpo, que foi localizado carbonizado na Serra Rio-Petrópolis, altura do Km 88. Ainda de acordo com os policiais, o autor, que já trabalhou como jardineiro para a vítima, também tentou fazer uma transferência bancária durante a madrugada.

VEJA MAIS

VEJA MAIS