Polícia prende 21 foragidos da Justiça que se beneficiaram de auxílio emergencial no RJ

Presos acusados pelos crimes de roubo, estupro, tráfico de drogas, furtos, entre outros. A polícia até os criminosos após fazer um levantamento na lista de beneficiários que receberem o auxílio de R$ 600
Foto: SF Notícias

Policiais do Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI), com apoio da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) e Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram na última sexta-feira a Operação LockDown. O objetivo da ação é cumprir mandados de prisão contra foragidos da Justiça que estão recebendo auxílio emergencial em razão da pandemia de Covid-19. Ao todo, 21 pessoas foram presas pelos crimes de roubo, estupro, tráfico de drogas, furtos, entre outros. A operação aconteceu em diversos municípios, entre eles, Campos e Macaé. A polícia chegou até os criminosos porque conseguiu identificar, entre os beneficiários que se cadastraram no programa, pessoas que tinham contra si mandados de prisão pendentes. (continua após a publicidade)

Foi determinado, então, pela Subsecretaria de Planejamento e Integração Operacional (SSPIO) que as delegacias realizassem pesquisas para localizar tais beneficiados. Os delegados fizeram um ofício comunicando a ação e o número de presos à Polícia Federal, tendo em vista a atribuição na apuração do fato. Operações semelhantes serão desenvolvidas em vários dias em diversos municípios do estado visando prender pessoas com mandados de prisão pendentes.

VEJA MAIS

VEJA MAIS