Polícia Civil fecha fábrica clandestina de cosméticos em Itaperuna

Três homens foram presos; policiais encontraram uma gráfica para a confecção de rótulos e embalagem, e um galpão com diversos recipientes vazios, galões com produtos semelhantes a shampoo e embalagens de cosméticos vencidos

Policiais civis da 143ª Delegacia de Polícia de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, fecharam uma fábrica clandestina de cosméticos, nesta quarta-feira (19/05). Segundo informações da Polícia Civil, três homens foram presos acusados pelos crimes de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. A ação foi durante a Operação “Divisas Integradas IV”. Com os presos foram apreendidos diversos produtos de beleza e cosméticos, além de celular, notebook, entre outros materiais.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ainda segundo a Polícia Civil, a fábrica foi descoberta após os agentes abordarem um veículo, próximo ao trevo de Retiro do Muriaé. Nessa abordagem os policiais encontraram os cosméticos. Ao checarem a origem e destino da carga, localizaram uma gráfica clandestina para a confecção de rótulos e embalagem de diversos produtos utilizados em salões de beleza, sem a devida licença. Segundo os policiais, ao lado da gráfica foi encontrado um galpão com diversos recipientes vazios, galões com produtos semelhantes a shampoo e embalagens de cosméticos vencidos.

VEJA MAIS

VEJA MAIS