Polícia Civil de Cordeiro recupera roupas e bens de comerciante morto em Macuco; mais duas pessoas foram detidas

Em menos de 48 horas a polícia identificou os autores do crime que chocou o município; acusados já estão presos. Um deles também teria furtado uma igreja em Monnerat

Policiais civis da 154ª Delegacia de Polícia de Cordeiro recuperaram nesta segunda-feira (08/02) os bens que haviam sido furtados na residência de um comerciante que foi assassinado em Macuco. O crime que chocou os moradores de Macuco foi descoberto na última quinta-feira (04) quando o corpo de Wagner de Paula Medeiros foi encontrado já em estado de putrefação, após um vizinho ao bar da vítima ter sentido um cheiro forte. O bar fica às margens da RJ-116, próximo ao Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Macuco.

continua após o vídeo

O corpo da vítima foi encontrado em um quarto que fica anexo ao bar. O comerciante estava com mãos e pés amarrados. Segundo as investigações, o crime teria ocorrido entre segunda (01/02) e terça (2), e a vítima foi morta com golpes de barra de ferro na cabeça. Havia um pano encobrindo o rosto da vítima. Em menos de 48 horas a delegacia de Cordeiro, através do delegado titular Gilberto Soares da Silva, conseguiu identificar os autores e concluir a investigação do crime. Os acusados, identificados como M.B.D. e E.S.R., foram presos entre a noite de sexta e madrugada do último sábado por policiais civis de Cordeiro e militares de Macuco. (reveja a matéria da prisão AQUI).

Localização dos bens da vítima
A delegacia de Cordeiro seguiu com as investigações e conseguiu identificar as pessoas que ficaram com os bens roubados do comerciante. Na casa de um deles, identificado como J.F., os policiais encontraram uma bicicleta, uma furadeira e um telefone celular. Já na casa de um segundo homem, identificado como J.S.L., os policiais encontraram uma televisão, diversas ferramentas, facas, materiais eletroeletrônicos, roupas da vítima e demais pertences de uso pessoal, que serão entregues aos familiares da vítima. Os dois homens foram levados para a delegacia, onde foram autuados em flagrante por receptação. Eles pagaram fiança e vão responder em liberdade.

Furto em Igreja em Monnerat
Um dos acusados de envolvimento no latrocínio, identificado como E.S.R., também teria furtado dízimos e doações da Paróquia Nossa Senhora da Guia, em Monnerat, distrito de Duas Barras. As doações haviam sido feitas pela população bibarrense na semana anterior ao furto. A investigação do furto foi comandada pelo delegado titular da 152ª Delegacia de Polícia de Duas Barras, Dr. Diogo Teixeira Schettini, e iniciada assim que a delegacia foi comunicada do fato.

continua após a foto

O furto ganhou repercussão na cidade pela audácia do criminoso em cometer o crime com a igreja em pleno funcionamento, além do objeto do crime ser o dízimo e as doações. Testemunhas foram ouvidas e os policiais também usaram imagens das câmeras do sistema de segurança da igreja, sendo possível identificar o suspeito do crime. Ao ser preso pelo latrocínio e levado para delegacia de Cordeiro, o homem também foi ouvido pela equipe da delegacia de Duas Barras, tendo confessado o furto segundo a polícia.

VEJA MAIS

VEJA MAIS